Reportar erro
Vem aí

CNN Brasil inicia processo seletivo para a contratação de jornalistas e radialistas

Logo da CNN
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 04/02/2019 às 18:59:19

Pegando o mercado de surpresa com o anúncio de sua chegada ao Brasil, sob o comando de Douglas Tavolaro (ex-Record TV) e Rubens Menin (MRV), a CNN anunciou nesta segunda-feira (04) a abertura de um processo seletivo para contratação de profissionais com experiência em jornalismo e Rádio e TV.

Os interessados poderão enviar currículo para o e-mail seja@cnnbrasil.com.br.

O processo de seleção será conduzido exclusivamente pela área de Recursos Humanos do canal, que fez questão de informar, em nota, que os mais de 560 currículos já recebidos antecipadamente pela caixa postal de imprensa foram todos direcionados para o novo e-mail.

Ainda nesta semana, a CNN Brasil anunciará os nomes dos profissionais contratados que vão compor a diretoria de conteúdo e que terão pela frente o desafio de estrear o canal de notícias em 2019.

A chegada da CNN Brasil

Conforme reportagem do NaTelinha apurou, antes dos executivos da CNN fecharem com o jornalista Douglas Tavolaro e Rubens Menin, dono da construtora MRV Engenharia, eles negociaram com os sócios da RedeTV! tendo o superintendente de Jornalismo, Esportes e Digital da emissora, Franz Vacek, como mediador, entre 2015 e 2017.

Foi o próprio diretor da RedeTV! quem levou a sugestão de ter a versão brasileira do canal de notícias durante sua participação no evento "Journalism Fellowship", promovida pela CNN há quatro anos na sua sede em Atlanta. Porém, o negócio acabou não vingando.

Sabendo do interesse dos executivos da CNN de licenciar sua marca no Brasil e o declínio das conversas com a RedeTV!, o canal de notícias foi procurado pelo Grupo Record, tendo à frente o então vice-presidente de jornalismo da emissora, Douglas Tavolaro.

Mas as negociações não avançaram pelo fato da CNN não querer a Igreja Universal, ligada diretamente à Record, envolvida no negócio.

A concretização da chegada da franquia CNN no país continuou de forma sigilosa, até que, no dia 14 de janeiro, Douglas Tavolaro, homem de confiança de Edir Macedo, anunciou que deixou o cargo na Record TV após 17 anos de serviços prestados, para se tornar sócio da CNN Brasil com Menin.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar este acordo de licenciamento com nosso novo parceiro para lançar a CNN Brasil”, disse Greg Beitchman, vice-presidente de Vendas de Conteúdo e Parcerias da CNNIC, em comunicado divulgado à imprensa.

TAGS:
Mais Notícias