Douglas Tavolaro

Homem de confiança de Edir Macedo na CNN Brasil gera dúvida no mercado

Anúncio da saída de Douglas Tavolaro da Record TV para comandar nova CNN surpreendeu

Douglas Tavolaro
Douglas Tavolaro deixou a Record após 17 anos

Publicado em 15/01/2019 às 09:38:30 ,
atualizado em 15/01/2019 às 12:04:25

Por: Sandro Nascimento

O mercado foi surpreendido na tarde desta segunda-feira (14), com o anúncio da saída de Douglas Tavolaro do comando do jornalismo da Record TV e sua nova função à frente da CNN Brasil.

Na versão brasileira do canal americano de notícias, ele será sócio-fundador e CEO. Ao seu lado, estará o empresário Rubens Menin, dono da construtora MRV Engenharia, uma das maiores do país.

O NaTelinha apurou com fontes no mercado que, antes de fechar com Tavolaro e Menin, os representantes da CNN negociaram exclusivamente com os sócios da RedeTV!, tendo o superintendente de Jornalismo, Esportes e Digital da emissora, Franz Vacek, como mediador, entre 2015 e 2017.

Além disso, foi o diretor da RedeTV! quem levou a ideia de ter a versão brasileira do canal de notícias durante sua participação no evento "Journalism Fellowship", promovida pela CNN em 2015, na sua sede em Atlanta.

Entusiasmados com a possibilidade, os americanos passaram a conversar com Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho, mas, sem um consenso quanto às cláusulas contratuais, o projeto acabou não acontecendo da forma que estava sendo delineado.

A reportagem apurou que, na época, sabendo do interesse dos executivos da CNN em licenciar sua marca no Brasil e o declínio das conversas com a RedeTV!, o canal de noticias foi procurado pelo Grupo Record, tendo à frente o então vice-presidente de jornalismo da emissora, Douglas Tavolaro.

Porém, as negociações não avançaram pelo fato da CNN, que antes de fechar o negócio investiga a vida empresarial dos potenciais investidores das franquias pelo mundo, não queria a Igreja Universal, dona da Record, envolvida no negócio.

O tempo passou e agora Douglas Tavolaro deixa a Record TV, após 17 anos de serviços prestados na emissora, para se tornar sócio da CNN Brasil com Rubens Menin, numa operação que requer um aporte milionário.

Tavolaro é o homem da mais alta confiança de Edir Macedo. Coube a ele escrever a biografia do religioso e proprietário do Grupo Record. Em 2013, chegou a ser cotado para assumir a presidência da emissora. O jornalista foi o responsável pela implantação de todos os produtos jornalísticos que a Record TV exibe atualmente.

Por outro lado, dentre as conversas sobre a transferência de Douglas Tavolaro para a operação no Brasil da CNN, existe quem acredite que seja uma tentativa do profissional de se dissociar da imagem de extensão de Edir Macedo "para talvez depois voltar mais forte", comentou uma fonte do mercado ao NaTelinha.

A saída Tavolaro da vice-presidência de jornalismo da Record TV pegou de surpresa a maioria dos profissionais da emissora. A reportagem conversou com diversos contratados do canal, que estavam "chocados" e desconheciam qualquer possibilidade do anúncio.

Entre os profissionais de jornalismo, a informação sobre a montagem da franquia brasileira da CNN foi comemorada diante de várias notícias sobre fechamento de postos de trabalho no setor.

Em um comunicado enviado neste segunda à imprensa, a CNN Brasil prometeu o início das operações para o segundo semestre deste ano contratando, inicialmente, em torno de 400 profissionais.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!