Desabafo

Taís Araujo temeu infância de Titi após adoção de Ewbank

Atriz foi entrevista no Quem Pode, Pod e relembrou que conversou com apresentadora após chegada de Titi no Brasil


Montagem com fotos de Taís Araújo e Giovanna Ewbank
Taís Araujo foi convidada do podcast apresentado por Giovanna Ewbank e relembrou conselho à amiga - Foto:Reprodução
Por Daniele Amorim

Publicado em 03/08/2022 às 21:09:00,
atualizado em 03/08/2022 às 21:10:08

Após Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso terem adotado Titi, Taís Araujo temeu como seria a infância da menina negra ao adentrar espaços privilegiados por ser filha de pais brancos e com boa posição social. Por isso, a atriz ligou à apresentadora para explicar que estava disponível e que iria ajudá-la em qualquer situação. A intérprete de Clarice em Cara e Coragem contou a história em uma entrevista na última terça-feira (2) no podcast Quem Pode, Pod, apresentado por Ewbank e Fernanda Paes Leme.

Em parte da conversa, Giovanna relembrou a ligação de Taís logo após a adoção ter sido concluída e a agradeceu pelos conselhos. As duas se emocionaram no momento. 

"A nossa relação começou através de telefonema seu quando a Titi chegou no Brasil e você me ligou e falou: 'Eu queria bater um papo com você, queria dizer que eu tô aqui, que agora você faz parte de nós, tô muito feliz com tua maternidade. Estou aqui para o que precisar, estou disponível para conversar sobre o que você quiser'. Você me dizia que eu não tinha noção, você me falou sobre sua escola, que você sempre viu mulheres pretas em posição de servir e que você precisava de uma professora preta para se ver e você me falou: 'Eu só te peço que você tenha essa visão na hora da escolher a escola da sua filha", disse a podcaster. 

imagem-texto

Por que Taís Araujo ligou para Giovanna?

Taís Araujo, então, explicou o motivo de seu contato --antes do telefonema, ela nunca havia conversado com Giovanna. "Quando eu vi a Titi, eu falei: caralho. Eu fiquei muito pensando, o que vai ser de uma vida de uma menina negra, africana, criada por dois brancos, loiros, em que mundo só está à serviço deles?", desabafou. 

"Eu fiquei pensando, porque a infância de uma criança negra nesse país é muito duro, ainda de uma criança negra com uma situação financeira igual a deles [do casal Ewbank e Gagliasso], sobretudo. Porque ela vai ter muitos privilégios de poder ir para vários lugares, comprar as coisas, muito acessos... mas, ao mesmo tempo, é de uma solidão. Imensa", finalizou.

Confira o depoimento:

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos