Na web

Esnobada pela Globo, Regina Duarte se derrete por Boni: "Incontestável"

Atriz incitou chuva de críticas à emissora com postagem no Instagram


Regina Duarte fez elogios a ex-diretor da Globo em postagem no Instagram
"Existe, na história da TV brasileira, a Era Boni. A Era de Ouro, a Renascença do fazer televisão no Brasil", afirma Regina Duarte - Foto: Reprodução
Por Walter Felix

Publicado em 26/05/2022 às 20:45:00,
atualizado em 26/05/2022 às 20:45:31

Regina Duarte exaltou Boni, ex-diretor da Globo, em publicação em rede social nesta quinta-feira (26). A atriz relembrou a “era de ouro” da emissora, quando era comandada por seu antigo chefe de produção e programação. Na postagem, a veterana ainda ironizou a liberdade de expressão e afirmou que sua afirmação sobre o amigo é “incontestável”.

“Você já deve ter percebido que existem a era a.B. e a era d. B. Não? Isto é: a era antes do Boni e a era depois do Boni. Contestável? Claro que não. Incontestável! Bem na base da liberdade de expressão, manda aí a sua”, escreveu Regina Duarte, na legenda de uma publicação no Instagram em que exibe a capa da biografia do ex-diretor da Globo.

A publicação incitou uma enxurrada de críticas à emissora. “Parece que estamos a falar de emissoras diferentes, tal a mudança radical. Na sua época, Regina, isso sim é que era”, comentou um fã da atriz. “A Globo perdeu muita qualidade depois que ele saiu”, concordou um segundo. “Hoje pouca coisa se salva lá”, disse um terceiro.

“Quando ele era diretor, era uma emissora qualificada... Hoje não vejo”, garantiu um internauta. “Devemos lembrar que Marluce Dias e Daniel Filho tem méritos! Depois, só ladeira abaixo”, disparou outro. “Bons tempos em que a Globo era sinônimo de qualidade”, frisou mais um. Ao passo que outro ironizou: “Antes do Bolsonaro e depois do Bolsonaro”.

Na legenda da postagem, Regina Duarte replicou o elogio que ela fez na capa do livro do ex-chefão do canal. À publicação, ela disse:

“Existe, na história da TV brasileira, a Era Boni. A Era de Ouro, a Renascença do fazer televisão no Brasil. Não há quem não saiba, no nosso meio, na nossa classe, nos núcleos de interessados em comunicação, que existe, até aqui, a Era a.B. e a Era d.B.”

 

Confira a publicação de Regina Duarte exaltando Boni:

Esnobada pela Globo, Regina Duarte se derrete por Boni: \"Incontestável\"

Regina Duarte deixou a Globo em 2020 para aceitar cargo a convite de Bolsonaro

Esnobada pela Globo, Regina Duarte se derrete por Boni: \"Incontestável\"

Em janeiro de 2020, Regina Duarte foi convidada por Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria Especial da Cultura. O vínculo da artista com a Globo foi encerrado em fevereiro daquele ano, e ela passou a ocupar o cargo no mês seguinte. Alegando sentir falta da família, a atriz ficou somente dois meses no posto. Deixou a função com a promessa de que assumiria a Cinemateca de São Paulo, o que não aconteceu até hoje.

A trajetória de Regina na Secretaria de Cultura foi curta, mas chegou a render um abaixo-assinado do qual mais de 500 atores, cantores, roteiristas e outros profissionais da classe artística participaram para dizer que a veterana não os representava. O manifesto foi uma reação de repúdio ao menosprezo do órgão às mortes ocorridas na pandemia e na ditadura militar e ao desdém com o qual a atriz mencionou a tortura daquela época.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos