Reportar
erro
Pela Covid-19

Show de Anitta no Rio vira alvo de carnavalescos após adiamento de desfiles

Prefeitura adiou Carnaval para abril, mas não impede mega eventos com potencial de aglomeração


Anitta de peruca channel nos bastidores da gravação de um clipe
"Alô, Eduardo Paes, vamos cancelar o show da Anitta e evitar aglomeração", propôs perfil da Cidade do Samba em rede social - Foto: Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 23/01/2022 às 14:30:00,
atualizado em 23/01/2022 às 14:49:17

Diante do aumento dos casos de Covid-19, os prefeitos do Rio de Janeiro e de São Paulo decidiram, nesta semana, pelo adiamento dos desfiles das escolas de samba no Carnaval. Em vez de fevereiro, os eventos ocorrerão em abril, no dia 21, feriado de Tiradentes. Desde então, vários carnavalescos têm questionado o porquê de outros eventos não receberem o mesmo tratamento.

Um dos shows que se tornaram alvos dessa patrulha é o que Anitta realiza neste domingo (23), no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. O evento reúne a Poderosa e também convidados, como Dilsinho, Xand Avião, o Bloco da Favorita e o grupo Tchakabum, entre outras atrações.

No Instagram, o perfil Cidade do Samba questiona: "Alô, Eduardo Paes, vamos cancelar o show da Anitta e evitar aglomeração". Nos comentários, vários seguidores incitaram com #cancelaoshowdaanitta, marcando o perfil do prefeito carioca. “O vírus só pega em quem participa dos desfiles de carnaval?”, ironizou um internauta.

Mega evento com Anitta, Ludmilla e Thiaguinho também é questionado

O mesmo perfil questiona o não cancelamento de eventos privados no Carnaval do Rio, como o Carna Rildy, previsto para os dias 25, 26 e 27 de fevereiro e também 2 de março. O line up é encabeçado por Anitta e também traz nomes como Thiaguinho, Maiara e Maraísa, Ludmilla, Leo Santana, entre outros artistas.

“A hipocrisia reina no povo deste país. Seria mais bonito dizer que o que não pode é desfile de escola de samba, que é festa feita por preto e por pobre. Porque cultos, eventos, shows, boates, futebol, festinhas e o caralho a quatro seguem liberados, aglomerando e espalhando a porra toda nessa desgraça e ninguém faz nada”, diz a legenda da publicação.

Em entrevista ao jornal O Dia, o presidente da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), Jorge Perlingeiro, reclamou do adiamento dos desfiles: “Nós estamos preocupados com a pandemia, claro. Mas a questão é a hipocrisia. Não dá. É só com o Carnaval isso. Tem futebol, vai começar o campeonato carioca. Os estádios vão ficar lotados. Ninguém fala nada. As boates estão lotadas, os bares cheios e ninguém fala nada. Parece que nós do Carnaval somos os patinhos feios dessa história”.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos