Reportar erro
Desabafo

Coach de MC Kevin afirma que funkeiro não pularia por vontade própria de prédio

Angelo Canuto afirma em vídeo falando sobre assunto

Angelo Canuto e MC Kevin
Angelo Canuto e MC Kevin - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 20/05/2021 às 16:39:10

O coach de MC Kevin, Angelo Canuto, opinou pela primeira vez sobre a morte do funkeiro, que aconteceu no último domingo (16), após ele cair do quinto andar. Em vídeo compartilhado no Instagram, o profissional afirmou que o amigo não teria pulado de forma voluntária, e nem que fugiria de Deolane Bezerra, a noiva.

"Não matem ele novamente. Tenham consciência. Estão assassinando a reputação do MC Kevin, dizendo ou insinuando que a causa que o levou à morte foi o uso de qualquer substância. Não queiram maquiar a verdade, não desviem o foco da realidade. Kevin jamais se mataria. Não pulou voluntariamente, não fugiria da noiva (sic)", afirmou.

Canuto ainda revelou que foi até o Rio de Janeiro para ajudar a família do funkeiro com a liberação do corpo, e que sempre esteve com ele nos momentos difíceis. "Vejo algumas matérias falando sobre envolvimento com drogas assassinando a reputação do Kevin. É uma tremenda covardia qualquer pessoa querer justificar o que aconteceu com o Kevin com sua opção de vida quanto a beber ou usar qualquer substância", desabafou.

Ele ainda defendeu o cantor, reafirmando que ele não tomaria uma decisão dessas, por conta de sua força, garantindo ainda que o famoso não fugiria da própria noiva. "Kevin nunca perdeu o juízo, mesmo estando com qualquer substância e há quatro dias sem dormir. Fumando e bebendo Kevin tinha lucidez. Kevin nunca colocaria fim na sua vida. Ele não teria medo de enfrentar sua esposa em qualquer circunstância que fosse, ele não fugiria dela. Não se jogaria, não se debruçaria (na varanda) para fugir dela, a menos que fosse incentivado, que alguém dissesse 'dá para fazer'. Mas ele propriamente se jogar, fugir, não...", afirmou.

Pai de MC Kevin faz desabafo

Quem também decidiu opinar sobre o assunto foi Agnaldo Barros, o pai do funkeiro. Em entrevista ao Vem Pra Cá, ele reforçou a crítica aos amigos do filho, feita já anteriormente por Deolane.

"Foi uma emboscada que montaram pra ele. O que aconteceu pra mim ali foi uma emboscada". Agnaldo cantou um trecho da música Pais e Filhos, de Legião Urbana e se emocionou.



Mais Notícias
Outros Famosos