Tribunais

Ativista promete processar Sikêra Jr por transfobia: "Ele não respeita"

Agripino Magalhães não gostou deu ma publicação do apresentador

Ativista promete processar Sikêra Jr por transfobia:
Sikêra Jr pode ser processado - Foto: Reprodução

Publicado em 28/09/2020 às 11:14:00 ,
atualizado em 28/09/2020 às 11:17:28

Por: Redação NT

O apresentador Sikêra Jr. polemizou no Instagram e agora deverá ser processado pelo ativista dos direitos LGBTQI+, Agripino Magalhães. Ele irá entrar com uma ação contra o contratado da RedeTV! nesta segunda-feira (28) por causa de uma suposta publicação transfóbica. O jornalista já foi criticado pela ex-BBB Ariadna Arantes.

“Ele não respeita mais a gente há muito tempo. Eu só não tinha processado ele ainda, porque uma transexual prometeu acionar ele, mas acabou que não fez. Esse tipo de gente (preconceituosa) só tem respeito pela gente (LGBTQI+) quando a gente coloca na Justiça, porque o preconceito da LGBTfobia agora é crime de racismo, então é inafiançável. Pode pegar de um a dois anos de prisão, podendo chegar até cinco, porque quando você é um comunicador, você divulga o crime de homofobia na televisão e nas redes sociais”, disse Agripino para a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

A postagem que causou a revolta de Magalhães – e também de Ariadna – era uma espécie de reflexão sobre a aceitação de pessoas transgêneras na sociedade. “Transgênero é uma pessoa que não aceita o próprio nome, o próprio corpo, a própria voz, a própria vida. Mas quer ser aceito por todo mundo”, disparou o apresentador. A publicação foi apagada.

Ariadna prometeu levar o caso aos tribunais

Ariadna foi a primeira famosa a se manifestar sobre a postagem de Sikêra Jr. Ela criticou o texto compartilhado pelo comunicador do Alerta Nacional e até falou em levar o caso para os tribunais. “Você, como comunicador, deveria estudar um pouco mais pra falar sobre esse assunto”.

“Sua opinião, quando fere a minha integridade e a de milhões de pessoas transgêneros, está compactuando com toda violência, ataques e até mortes. E esse peso, meu querido, está em suas costas também. Eu vejo vocês falarem tanto de bons costumes, mas a empatia está desatualizada. Nós somos cidadãos íntegros, com direitos e deveres”, afirmou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!