Reportar erro
Agenda oficial

Flávio Bolsonaro "fura" MPF para cantar "Todo maconheiro dá o anel" com Sikêra Jr

Filho do presidente Jair Bolsonaro "cancelou CPFs" no horário em que deveria estar em uma acareação

Flávio Bolsonaro segura placa de "CPF cancelado" com o irmão, Eduardo Bolsonaro, e o apresentador Sikêra Jr.
Flávio Bolsonaro "fura" compromisso no MPF para participar de programa de Sikêra Jr. - Foto: Reprodução/Instagram/bolsonarosp
Paulo Pacheco

Publicado em 21/09/2020 às 18:05:00

O senador Flávio Bolsonaro não compareceu a uma acareação no MPF (Ministério Público Federal), no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (21). O advogado do filho do presidente Jair Bolsonaro informou que seu cliente cumpriu "agenda oficial" no Amazonas. O compromisso que fez o congressista “furar” a convocação do MPF foi uma visita ao programa de Sikêra Jr.

Ao lado do irmão, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, Flávio compareceu ao Alerta Amazonas, exibido pela TV A Crítica, e ao Alerta Nacional, retransmitido pela RedeTV!. Os dois "cancelaram CPFs", quando o apresentador comemora a morte de um suspeito de crime, e cantaram uma música de teor homofóbico.

"Todo maconheiro dá o anel […] Todo maconheiro dá o boga […] Todo maconheiro dá o toba", diz a letra da canção preconceituosa cantado por Flávio Bolsonaro em sua "agenda oficial".

A acareação para a qual o filho do presidente foi convocado se refere ao suposto vazamento da investigação de um esquema de corrupção no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), quando era deputado.

O MPF também chamou o empresário Paulo Marinho, que disse ter ouvido de Flávio Bolsonaro que um delegado da PF vazou a informação sobre a operação. Para o Ministério Público, um dos dois está mentindo.

Assista ao vídeo de Flávio Bolsonaro com Sikêra Jr., no horário em que deveria estar no MPF:

Mais Notícias