Polêmica

Neymar explica tapa em jogador após ofensa racista: "Não poderia sair sem fazer nada"

Craque usou rede social para falar novamente sobre o acontecido

Neymar explica tapa em jogador após ofensa racista:
Neymar e Álvaro - Foto: Reprodução

Publicado em 14/09/2020 às 16:06:54

Por: Redação NT

Neymar usou seu perfil do Instagram na tarde desta segunda-feira (14) para comentar sobre o tapa que deu em Álvaro González, que acabou fazendo com que o brasileiro fosse expulso no jogo entre PSG e Olympique de Marselha pelo Campeonato Francês, no último domingo (13). O atacante destacou que sofreu racismo e que não poderia deixar isso passar batido.

Com um textão, Neymar afirmou que percebeu que os árbitros não estavam dispostos a fazer algo. "Ontem me revoltei, fui punido com vermelho porque quis dar um cascudo em quem me ofendeu. Achei que não poderia sair sem fazer nada porque percebi que os responsáveis não fariam nada, não percebiam ou ignoravam. Durante o jogo queria dar a resposta como sempre, jogando futebol. Os fatos mostram que não consegui, me revoltei", disse.

Em outro momento, ele admitiu que errou e que deveria ter agido de forma pacífica. "O cara foi um tolo, eu também fui por me deixar ser atingido. Ontem perdi no jogo e me faltou sabedoria. Estar no centro dessa situação ou ignorar um ato racista não vai ajudar, eu sei. Mas pacificar esse movimento antirracismo é obrigação nossa para que o menos privilegiado receba naturalmente sua defesa. Vamos nos encontrar novamente e vai ser do meu jeito, jogando futebol", escreveu.

Neymar fala sobre ofensas racistas

Continuando o desabafo, o jogador do PSG relembrou que já passou por vários momentos de ofensas durante partidas, só que não pretende mais admitir atitudes racistas, pois é algo que não se deve aceitar.

"No nosso esporte as agressões, insultos, palavrões são do jogo, da disputa. Não dá para ser carinhoso. Entendo esse cara em parte. Faz parte do jogo, mas o preconceito e intolerância são inaceitáveis", destacou.

Neymar ainda se demonstrou incomodado com os responsáveis pelo jogo, que ao invés de entenderem sua situação, preferiram lhe punir. "Ontem, queria que os responsáveis pelo jogo (árbitro e auxiliares) se posicionassem de modo imparcial e entendessem que não cabe tal atitude preconceituosa. Refletindo e vendo tanta manifestação quanto ao que ocorreu, fico triste pelo sentimento de ódio que podemos provocar quando no calor do momento nos revoltamos", explicou.

Além disso, ele ainda garantiu que entende a posição do árbitro, apesar de não concordar. "Nós que estamos envolvidos no entretenimento precisamos refletir. Uma ação levou a uma reação e chegou onde chegou... Aceito minha punição porque deveria ter seguido no caminho da disputa limpa do futebol. Mas espero, por outro lado, que o ofensor também seja punido", concluiu.

No domingo (13), o jogador já tinha se posicionado sobre o assunto e ganhou apoio de muitos famosos, como Ludmilla e Luciano Huck.

Seguidores repercutem desabafo de Neymar

Não demorou muito para que a publicação feita pelo brasileiro começasse a gerar uma grande repercussão, e boa parte dos internautas demonstraram apoio, entre anônimos e famosos.

"Texto ficou muito bonito!! Inacreditável que esse tipo de postura existe ainda hoje em dia! Mais amor nesse mundo", escreveu o humorista João Quirino. "É isso, maturidade, inteligência e sabedoria!!! Vamos em frente!!", comentou o jogador Vinicius. "Ótimo posicionamento bro ", escreveu o repórter Rafael Ribeiro.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!