Cuidados

Vanusa apresenta melhora no quadro clínico, mas segue na UTI

Cantora está internada com pneumonia desde a última semana, em Santos

Vanusa apresenta melhora no quadro clínico, mas segue na UTI
Aos 72 anos, Vanusa enfrenta complicações respiratórias decorrentes de uma pneumonia - Foto: Reprodução

Publicado em 13/09/2020 às 17:18:00

Por: Redação NT

A cantora Vanusa, de 72 anos, segue internada com pneumonia na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Complexo Hospital dos Estivadores, em Santos. Segundo boletim médico divulgado no fim da tarde deste domingo (13), a cantora apresentou melhora do quadro clínico, está acordada e estável hemodinamicamente.

Vanusa foi transferida para a UTI no sábado (12) ao apresentar pressão arterial baixa e saturação baixa de oxigênio. Ela está com suporte de oxigênio, não entubada, e sendo monitorada na UTI, que tem mais recursos caso haja alguma emergência. Ainda não há previsão de alta.

Na quinta (10), o filho da artista, o produtor Rafael Vanucci, falou sobre o quadro de saúde da cantora, símbolo da Jovem Guarda na década de 1960. Em coletiva de imprensa, ele relatou que a mãe estava internada em uma clínica no litoral de São Paulo, mas foi morar com Amanda, uma das filhas. Após apresentar dificuldade em respirar, ela foi levada ao hospital, onde foi diagnosticada com pneumonia.

"Está evoluindo gradativamente, falando, está lúcida. Ontem mesmo brigou comigo pelo telefone. Está estável, está tomando antibióticos, não consegue tomar antibióticos via boca, por isso está sendo mantida internada. Está tendo muito cuidado também com o quadro de demência, por conta da idade e, por conta de tudo isso, ela está hospitalizada e tomando medicação intravenosa para curar esse princípio de pneumonia”, revelou Vannucci, em coletiva de imprensa na última semana.

Além da pneumonia, Vanusa apresenta escaras pelo corpo e sofre com problemas nos dentes há algum tempo. Segundo o filho, ela não que pode fazer tratamento por recomendação médica, por conta de outros complicações de saúde. O produtor também abriu o jogo sobre o quadro de demência apresentado pela mãe.

“A demência no idoso é uma coisa normal, que acontece. Temos casos de outros artistas que estão passando por isso. É uma doença muito difícil. A família que passa por ela sabe dizer o que é isso. Conhecer uma mulher, uma guerreira, uma artista, que sempre lutou pelos direitos das mulheres, do público que amava ela, uma mulher que sempre foi feminista. Não é fácil ver ela definhar em uma cama”, completou Rafael.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!