Reportar erro
Proteção

Kim Kardashian proíbe que seu reality show mostre crise bipolar de Kanye West

Kanye West tenta uma vaga na Casa Branca

Kim Kardashian e Kanye West
Divulgação
Redação NT

Publicado em 23/07/2020 às 12:30:59

A socialite Kim Kardashian proibiu que seu reality show, Keeping Up with the Kardashians, mostre qualquer crise bipolar do marido Kanye West. Ele sonha com a presidência dos Estados Unidos em 2020.

De acordo com o site TMZ nesta quinta-feira (23), as gravações foram retomadas depois de um período de hiato por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a publicação, Kim teria tomado essa decisão para não explorar fatos como esse com o objetivo de ganhar audiência.

Ainda segundo o site, a socialite leva a saúde mental do marido a sério. E não pretende usar ele, tampouco os filhos, para atrair audiência para seu reality show. A produção, então, teria sido instruída a não mostrar nenhum deles em momentos delicados ou que possam prejudicá-los.

Kanye West na corrida presidencial

Kim Kardashian proíbe que seu reality show mostre crise bipolar de Kanye West

Aos 43 anos, o músico tenta a candidatura à presidente dos Estados Unidos, que ocorre este ano. E quer Jay-Z para ser vice. Seu adversário deve ser o atual presidente Donald Trump, que deve tentar a reeleição. O primeiro compromisso de West como candidato aconteceu justamente no domingo.

Um dos empecilhos é de que o nome de Kanye West não pode ser inscrito em seis estados americanos. O prazo já passou e ele perdeu o período de inscrição. Nos estados que ainda não está aberto, precisaria correr contra o tempo: apresentar uma plataforma de campanha, e principalmente, coletar o número de assinaturas exigido em cada estado.

O músico vinha demonstrando interesse em ser presidente desde 2015.

Mais Notícias
Outros Famosos