Grande pesadelo

Ex de Naya Rivera não consegue dormir após morte da atriz

Ryan Dorsey tem vivido momentos de angústia

Ex de Naya Rivera não consegue dormir após morte da atriz
Naya Rivera e Ryan Dorsey foram casados durante quatro anos. Foto: Reprodução

Publicado em 16/07/2020 às 12:47:00

Por: Redação NT

O ator americano Ryan Dorsey tem vivido uma verdadeira tormenta desde que o corpo de sua ex, Naya Rivera, foi encontrado no Lago Piru, no condado de Ventura, na Califórnia. Segundo fonte da revista People, o ator mal tem conseguido dormir por conta da tragédia.

"É um pesadelo. Embora ele não estivesse com Naya, é a mãe de Josey. Josey precisa da mãe dele. Ryan não consegue imaginar criar o filho sem Naya. É a situação mais devastadora", disse a fonte.

Ryan e Naya foram casados entre 2014 e 2018. Da relação nasceu o pequeno Josey, que atualmente tem quatro aninhos. O ator, inclusive, foi flagrado chorando sentado nas margens do lago Piru, antes da polícia encontrar o corpo de Naya. Na ocasião, Ryan estava acompanhado de familiares da atriz.

A tragédia com Naya Rivera

Naya sumiu na quarta-feira (8), após um passeio de barco no local com seu filho, Joey, de quatro anos. O herdeiro foi resgatado dormindo e, desde então, está sob os cuidados de Ryan.

A busca pela artista mobilizou várias pessoas, incluindo mergulhadores, com uso de equipamentos especiais como sonares e câmeras.

Estima-se que o Lago Piru, local de desaparecimento de Naya, tenha mais de nove metros de profundidade. Mas a dificuldade maior eram as árvores e arbustos no leito do lago, que impediam a fácil locomoção dos profissionais de resgate.

O corpo da atriz americana Naya Rivera foi encontrado na última segunda (13), cinco dias após ter desaparecido. A polícia local informou que a estrela de Glee morreu por afogamento acidental, segundo autópsia realizada nesta terça-feira (14).





LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!