Reportar erro
Desespero

Coronavírus: Márcia Dantas pede socorro para irmã ser atendida em hospital

Jornalista postou desabafo nas redes sociais e conseguiu um leito

Márcia Dantas
Márcia Dantas revelou drama pessoal - Foto: Reprodução/SBT
Redação NT

Publicado em 29/04/2020 às 10:31:00

A apresentadora do Primeiro Impacto, Márcia Dantas, usou as redes sociais na noite da última terça-feira (28) para pedir ajuda. Ela anunciou que sua irmã estava com coronavírus e não encontrava um leito de hospital para ser tratada. Após o desabafo, a jornalista revelou nesta quarta-feira (29) que ela conseguiu ser atendida.

“Nem tenho palavras pra agradecer tanta gente que me mandou mensagem e me colocou em suas orações! Nesse momento a união faz toda a diferença. Minha irmã conseguiu leito, mas quantos terão a mesma sorte? Não consigo pensar só em mim. Estamos vivendo uma guerra. Sistemas de saúde e funerário em colapso. Não espere sentir na pele pra ter consciência da gravidade. Estamos no pico dessa pandemia”, declarou nesta manhã a contratada do SBT.

“Não é ter dinheiro ou plano de saúde que vai te salvar. Minha irmã é jovem, tem 30 anos. A doença se alastrou no pulmão rapidamente. Mesmo medicada a situação se agravou. Ver minha família sofrer de longe e estar de mãos atadas foi terrível”, continuou.

“Não desejo isso pra ninguém. Fiquem em casa. Cuidem dos seus. Mesmo com emocional abalado, vou continuar a cumprir meu papel de jornalista. Essencial. Alertar, prevenir. Acreditem na ciência e no jornalismo sério”, pediu.

Márcia Dantas e o desespero

Antes de encontrar o leito, Márcia estava desesperada e fez de tudo para ajudar sua irmã. Ela publicou uma mensagem nos stories da sua conta do Instagram para poder encontrar um local em que ela pudesse receber atendimento médico.

“Socorro! Minha irmã em Belém está com um quadro grave de Covid-19 com mais de 50% do pulmão comprometido. Na rede particular não consegue leito. Pela rede pública hospitais de campanha lotados, não existem UTI’s disponíveis, nem respiradores. Ela está medicada e sendo monitorada a distância por médicos on-line. Mas está piorando! Não posso esperar ela morrer!”, escreveu.

“Preciso de ajuda! Está um caos! Assessoria da Unimed? Prefeito Zenaldo Coutinho? Governador Helder Barbalho? Meu desespero é o mesmo de milhares de famílias do Pará. O que posso fazer estando longe a não ser gritar por socorro?”, disparou a jornalista antes de conseguir ajuda.

Mais Notícias
Outros Famosos