Acordo

Henrique e Juliano fecham acordo com família após morte de funcionário em show

Sertanejos vão pagar R$ 300 mil


Henrique e Juliano
Henrique e Juliano - Foto: Reprodução

A dupla Henrique e Juliano terá que desembolsar R$ 300 mil por danos morais à família de um funcionário, Carlos Barbosa de Souza, que faleceu após tomar um choque quando fazia reparos no palco onde os sertanejos fariam um show. O acordo feito nesta terça-feira (11) também definiu que os pais da vítima vão receber todo mês um salário mínimo dos cantores até o fim da vida.

Em conversa com o portal de notícias da Globo, o advogado que representou a dupla e a empresa WorkShow Produções Artísticas, Maurício Vieira de Carvalho, explicou que o acordo era um desejo de todas as partes e não houve surpresa ao longo das negociações.

“Nós ficamos satisfeitos com o resultado do processo. A empresa prestou todo o apoio para a família desde que aconteceu o acidente e agora não seria diferente”, relatou o profissional.

Paula Ramos de Santis, advogada da família de Carlos, afirmou que o valor ficou abaixo do que a família queria, mas acabou aceitando para evitar mais desgastes. Ela detalhou que os pais da vítima são idosos e precisaram viajar mais de 800 quilômetros de Tocantins, local que vivem, até Goiânia, onde ocorreu a reunião para fazer o acordo.

 “Os dois já são idosos, estão cansados e sofreram muito com a perda do filho. Poderia ter sido mais justo o valor, mas tivemos que aceitar porque eles precisam descansar, precisam voltar pra casa”, opinou a defensora.

Henrique e Juliano não participaram da audiência

Os cantores Henrique e Juliano não participaram da audiência, pois permitiram que seu advogado os representasse. Outros dois funcionários dos sertanejos também compareceram foram para reunião.

Carlos faleceu em fevereiro do ano passado, em Uberaba, Minas Gerais. Ele estava trabalhando na manutenção do palco, quando sofreu com uma descarga elétrica, caindo de uma altura de seis metros.

Ao chegar ao chão, o rapaz teve uma parada cardíaca e precisou ser levado ao hospital. Os bombeiros e a equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) fizeram os primeiros socorros, mas o profissional não aguentou e morreu.

Mais Notícias
Outros Famosos