Reportar erro
Felizes para sempre?

Casamento: Regina Duarte diz sim a Bolsonaro e troca Globo por cargo no Governo

Atriz confirmou a jornalistas que é nova Secretária de Cultura

Regina Duarte e Jair Bolsonaro posam para foto
Regina Duarte trocou a Globo por cargo no governo Bolsonaro - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 29/01/2020 às 20:20:20

Regina Duarte é a nova Secretária de Cultura do Governo de Jair Bolsonaro. A eterna namoradinha do Brasil confirmou nesta quarta-feira (29) a jornalistas que cobrem o governo federal em Brasília que disse sim ao presidente e o noivado que vinha acontecendo nas últimas semanas virou casamento e, com isso, a atriz trocou a Globo por um cargo na administração federal.

 "Sim, tá? Só que agora vão correr os proclamas antes do casamento", afirmou a Helena de Por Amor, que foi reprisada recentemente no Vale a Pena Ver de Novo da Globo. Embora tenha aceitado a oferta de Bolsonaro para assumir a secretaria de cultura, Regina ainda não teve seu nome confirmado e só assumirá quando houver a publicação do decreto presidencial a nomeando no Diário Oficial da União.

Logo que desembarcou em Brasília no início do dia, a artista não quis dizer se iria aceitar a proposta do presidente porque garantiu que era necessário seguir um protocolo e respeitar as regras, mas garantiu que o noivado entre ela e Bolsonaro tinha sido ótimo.

A referência se deu porque o presidente costuma utilizar muitas metáforas sobre casamento e, desde que recebeu a oferta, Regina sempre tratou do tema como um noivado, fazendo mistério sobre a possibilidade de assumir a função pública. Vale lembrar que, diferente de seu antecessor, Regina Duarte não recebeu grande rejeição da classe artística, embora alguns colegas se disseram preocupados com ela, como Antônio Fagundes.

Regina Duarte e Globo

Com a proposta de "casamento" aceita e seu nome confirmado para a secretaria de cultura, Regina Duarte perderá seu vínculo com a Globo pela primeira vez em praticamente cinquenta anos. A atriz terá de suspender seu contrato com a emissora carioca para assumir a função.

Quem garantiu isso foi a própria Globo no dia em que Bolsonaro convidou Regina para a função. Em nota dentro do Jornal Nacional, a emissora afirmou que não é permitido a funcionários com contrato vigente exercer função pública de livre nomeação. A Globo ainda não se manifestou sobre o caso.

Mais Notícias
Outros Famosos