Explicação

Fábio Pannunzio é hackeado no Twitter e dispara: "Deixa a gente furiosa"

Jornalista revelou que a conta foi recuperada

Fábio Pannunzio é hackeado no Twitter e dispara:
Fábio Pannunzio apresentava o Jornal da Band - Foto: Reprodução/Band

Publicado em 28/10/2019 às 16:25:00

Por: Naian Lucas com Redação NT

O jornalista Fábio Pannunzio foi hackeado no último final de semana e recuperou seu perfil do Twitter nesta segunda-feira (28). Ele demonstrou indignação pelo ataque virtual, mas garantiu que continua satisfeito com seu novo momento profissional e que não irá abaixar a cabeça para criminosos.

“Meu Twitter foi hackeado de sábado para domingo. Somente agora consegui restabelecer acesso à minha conta. Meu site foi praticamente destruído por hackers semana passada. Já está de volta ao ar com todos os seus conteúdos. É um saco, deixa a gente furiosa, mas o prejuízo é zero”, explicou.

Ele aproveitou o momento para relatar que seu trabalho no YouTube tem se popularizado, ganhando mais seguidores. “Enquanto isso, o meu novo canal no YouTube,  o TV Giramundo, não para de crescer. Já há quase sete mil assinantes. Isso significa que um em cada dez seguidores do meu perfil no Twitter passou a assinar meu canal no YouTube. Vocês não imaginam o quanto isto é importante para mim”, contou.

Fábio Pannunzio deixou a Band em setembro deste ano e várias pessoas apontaram que o motivo teria sido as brigas do jornalista com políticos bolsonaristas. Contudo, a alegação oficial para seu desligamento foi que ele precisava diminuir o ritmo de trabalho para poder cuidar da saúde.

“Amigos, comunico a vocês que estou deixando a Rede Bandeirantes depois de mais de duas décadas de uma relação muito produtiva e feliz. Saio para cuidar da saúde porque preciso ter, por recomendação médica, uma vida menos tensa e mais pacata”, anunciou na época o ex-âncora do Jornal da Band.

Fábio Pannunzio em 2019

Fábio Pannunzio apresentava o Jornal da Band e seguia suas funções normalmente na emissora. Porém, nas redes sociais, tornou-se um dos maiores críticos da gestão do presidente Jair Bolsonaro.

Quase que diariamente era possível acompanhar algum bate-boca do jornalista com algum eleitor ou pessoa ligada ao governante brasileiro.

Dois dias antes de anunciar sua saída da Band, ele discutiu com Fábio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social), mas garantiu que seu desligamento do canal não teve nada a ver com seu posicionamento político.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!