Crime

Assim como Marina Ruy Barbosa, Cleo tem Instagram hackeado

Atriz contou o caso na sua conta do Twitter

Assim como Marina Ruy Barbosa, Cleo tem Instagram hackeado
Cleo teve sua conta do Instagram invadida nesta quarta (16)

Publicado em 16/10/2019 às 08:54:07 ,
atualizado em 16/10/2019 às 09:19:13

Por: Redação NT

Cleo, 37, teve seu perfil pessoal do Instagram invadido por hackers na manhã desta quarta-feira (16). Os criminosos postaram anúncios oferecendo smartphones e computadores de graça, para isso, os seguidores da atriz precisavam acessar o link de um site publicado por eles. O caso é muito semelhante ao que ocorreu com Marina Ruy Barbosa neste ano.

Os usuários que seguem a cantora que clicaram no link acabaram sendo levados à outra página e tiveram seus aparelhos eletrônicos contaminados com vírus. A primeira postagem na linha do tempo de Cleo é uma imagem com fundo preto, trazendo uma mensagem aos seguidores.

“Doar! Estou doando 1000x Iphone Xs grátis xs ‘ e muito mais na minha história do Instagram agora! Eu amo todos vocês”, é a legenda da imagem. A global tem 11,6 milhões de seguidores.

A filha do cantor Fábio Jr. e da atriz Glória Pires se mobilizou rapidamente para avisar seus fãs do problema do Instagram. Ela utilizou seu perfil no Twitter nesta manhã para alertar sobre o hackeamento.

“Minha conta no insta foi invadida, já estamos tomando providências”, disse a artista.

Cleo não é a primeira

Esse mesmo problema de hackeamento também ocorreu com a atriz Marina Ruy Barbosa em julho deste ano. Com mais de 30 milhões de seguidores, houve enorme preocupação por parte da ruiva e sua equipe em relação à recuperação da conta, já que ela tem contrato com várias marcas para realizar publicidade pela internet.

“Levei um susto após sair do trabalho tarde e descobrir que tinham acessado a minha conta aqui no Instagram e mudado todas as senhas. Sim, fui hackeada. Mas agora já está tudo bem. Peço desculpas a quem caiu nessa armadilha maldosa e acessou aos links, deixo aqui meu obrigada a todos que me ajudaram, que se preocuparam em me alertar do ocorrido com e-mails, mensagens e ligações”, escreveu Marina na época após ter recuperado a conta.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!