Polêmica

Frota sugere Pabllo Vittar como ministra: "No lugar da Damares faria melhor"

O deputado fez a declaração por meio de rede social

Frota sugere Pabllo Vittar como ministra:
Pabllo Vittar, Alexandre Frota e Damares - Foto: Montagem/Reprodução

Publicado em 15/10/2019 às 15:50:50 ,
atualizado em 15/10/2019 às 15:58:15

Por: Redação NT

Alexandre Frota adora uma polêmica, isso já não é novidade. Por meio das redes sociais, ele sempre solta declarações que dão o que falar, e a mais recente envolve o nome de Pabllo Vittar.

O deputado federal usou seu perfil no Twitter para sugerir que a cantora passasse a comandar o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, cargo que hoje é comandado por Damares Alves.

Aproveitando um trecho da entrevista que Pabllo concedeu para a revista Time, onde revela que "se sente envergonhada de ser brasileira por causa do presidente", Frota deu total apoio, sugerindo que a famosa entrasse na luta para tirá-lo do poder.

“Pabllo Vittar tem vergonha de ser brasileira por causa do Bolsonaro. Pabllo Vittar, não tenha vergonha de ser brasileira, e sim de ter o Bolsonaro como presidente. Entre na luta para tirá-lo. Você no lugar da Damares faria muito melhor”, escreveu o deputado.

Alexandre Frota revela que já broxou e que beijou homem "várias vezes"

Em entrevista ao canal de Marcelo Bonfá no YouTube, Frota falou abertamente sobre sexualidade, fazendo declarações que deram o que falar.

“Beijei homem várias vezes, até porque a revista G Magazine pedia isso. Mas, nunca transei com um, tanto que nunca fiz filme com homem. Com travesti sim, mas nunca com homem. Existe essa confusão”, disse ele, que também revelou que já broxou na hora H, e várias vezes, principalmente na época em que era usuário de drogas.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!