Conversão

Cantora gospel, ex-morena do Tchan fala sobre depressão no "Domingo Show"

Débora Brasil foi entrevistada por Geraldo Luís neste domingo (22)

Cantora gospel, ex-morena do Tchan fala sobre depressão no
Reprodução

Publicado em 22/09/2019 às 16:00:00

Por: Redação NT

Uma das primeiras dançarinas do É o Tchan, Débora Brasil concedeu entrevista a Geraldo Luís. Sua participação foi destaque no Domingo Show deste domingo (22), na Record TV. Ao programa, ela falou sobre seu trabalho como missionária evangélica e lembrou um passado de fama e depressão.

Débora despontou para o sucesso no início dos anos 1990, quando É o Tchan ainda tinha o nome de Gera Samba. Ao lado de Carla Perez e Jacaré, ela formava o trio de dançarinos do grupo de Beto Jamaica e Compadre Washington.

A artista saiu da banda em 1997. O posto de "morena do Tchan" foi ocupado por Scheila Carvalho. Anos depois, tornou-se cantora e investiu no segmento gospel.

Em entrevista a Geraldo Luís, Débora Brasil contou como a fé a ajudou a superar depressão e síndrome do pânico. Segundo a ex-dançarina, ela nunca chegou a tomar remédios para superar as doenças. "Eu achava que para mim não tinha mais jeito. Mas há um Deus que pode transformar tristeza em alegria", afirmou.

Ela afirmou que a insatisfação pessoal com o trabalho motivou sua demissão do É o Tchan após o fim do contrato. A saída do grupo, contudo, não interferiu em seus problemas de saúde mental. 

"Era uma tristeza que vinha desde a infância e eu não conseguia preencher esse vazio. Durante um período, eu continuei trabalhando, mas a tristeza continuava. Eu saía, viajava, fazia shows, mas aquela tristeza estava sempre ali", disse Débora.

Um longo período após a saída do É o Tchan, as crises se acentuaram. "Comecei a ficar mais e mais debilitada. Parei de falar, de me alimentar. Fiquei fraca", relatou.

A atração promoveu o encontro de Débora Brasil com a irmã, que vive no Japão há 15 anos. Ela ainda realizou seu sonho de cantar no palco, ao vivo. Confira:


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!