Decadência

De Power Rangers a ex de Kate Perry: Os jovens atores famosos que se tornaram assassinos

Jovens, bonitos e com carreira promissora, esses atores trocaram a fama pelas páginas policiais

De Power Rangers a ex de Kate Perry: Os jovens atores famosos que se tornaram assassinos
Ricardo Medina cumpre pena por assassinato - Reprodução

Publicado em 09/07/2019 às 08:17:00

Por: Taty Bruzzi

Lidar com a fama nem sempre é fácil. Muitos atores começam a trabalhar muito cedo, quando crianças ou adolescentes, e de repente se veem em uma vida luxuosa e de grandes responsabilidades. 

Geralmente, a estrutura familiar é o que serve de base para que eles não caiam em depressão ou, ainda, não sigam por caminhos errados, de drogas e violência.

Destacamos três jovens atores que trocaram a fama pelas páginas policias.

Confira! 

Johnny Lewis

Ex namorado da cantora Katy Perry, o ator ficou conhecido quando interpretou o personagem Dennis ‘Chili’ Childrees na série “The O.C” (2005/2006).

No cinema, Johnny Lewis atuou em “Alien Vs. Predador 2” (2007) e em “The Runaways – Garotas do Rock” (2010). Também em 2010, Johnny Lewis estrelou a série “Sons of Anarchy”. No dia 28 de setembro de 2012, o ator de 28 anos foi encontrado morto no bairro de Los Feliz, em Los Angeles, depois de cair ou pular do telhado da casa de Catherine Davis, uma senhora de 81 anos, de quem alugava um quarto.

Já a mulher teria sido espancada até a morte pelo astro. Segundo Cleon Joseph, oficial do Departamento de Polícia de Los Angeles, naquela manhã as autoridades receberam a denúncia de que uma mulher estava sendo agredida. Chegando ao local, encontraram o corpo do ator em frente a garagem e o da senhora dentro de casa. Testemunhas afirmaram terem ouvido gritos vindos na parte interna do imóvel.

Depois disso, avistaram um homem, supostamente Lewis, agredindo mais duas pessoas na rua antes de subir ao telhado. Em depoimento ao site “TMZ”, o policial disse que o ator estava sob efeito de drogas.

Lillo Brancato

Em janeiro de 2009, Lillo Brancato foi condenado por tentativa de assalto e inocentado da acusação de homicídio. O crime aconteceu em 2005, no Bronx, em Nova York. Na ocasião, o policial fora de serviço Daniel Enchautegui foi baleado e acabou morrendo no local. No julgamento, os advogados de Brancatto alegaram que o ator agiu sob o efeito de drogas, vício iniciado durante as filmagens de “Deasfios no Bronx” (1993), longa que atuou ao lado de Robert De Niro quando tinha apenas 15 anos. Ainda, de acordo com a defesa, Brancato estava com Steven Armento, um homem de 51 anos, quando tentaram entrar na casa de um amigo do ator que havia lhe fornecido drogas no passado. Enchautegui, que morava próximo, apareceu de surpresa.

Segundo testemunhas, ele teria escutado um barulho de uma janela quebrada e foi ao local averiguar o que estava acontecendo. Julgado separadamente, Armento foi condenado à prisão perpétua.  Lillo Brancato ficou conhecido depois de participar do elenco da série “Família Soprano” (1999/2007) como Matt Bevilaqua. Em dezembro de 2013, o ator deixou a cadeia em liberdade condicional.

Na época, ele estava com 37 anos. Segundo informações do site “TMZ”, os policiais do departamento De Nova York ficaram revoltados com a liberação do astro. “Temos a convicção de que Lilo Brancato é culpado pelo assassinato do policial Daniel Enchautegui, apesar de ter sido condenado apenas por tentativa de roubo”, disseram em nota. Na época, a polícia garantiu que o astro seria vigiado e ao sinal de qualquer problema ele voltaria para a prisão.

“Toda a comunidade vai vigiá-lo e, no minuto em que ele sair da linha, temos certeza de que retornará à prisão para cumprir o restante da sentença”, afirmaram. 

Ricardo Medina

Em 2017, Ricardo Medina foi condenado à pena máxima pelo assassinado do amigo Josh Sutter, com quem dividia apartamento em Palmdale, região norte de Los Angeles.

O crime aconteceu em janeiro de 2015, quando ele tinha 38 anos. Na ocasião, os dois discutiram por causa da presença da namorada do ator no imóvel. Durante a briga, Medina atingiu a vítima mais de uma vez com uma espada medieval.

Logo após o ocorrido, o próprio astro quem chamou o serviço de emergência e, ainda, permaneceu no apartamento. O ator chegou a ser preso e solto em seguida, depois que os promotores pedirem uma investigação mais detalhada. O próprio Medina se declarou culpado durante sessão da Corte Superior de Los Angeles. O astro ficou conhecido depois de interpretar o personagem Cole Evans/Red Lion na série “Power Rangers Wild Force” (2002) e o vilão Deker em “Power Rangers Samurai” (2011/2012).  


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!