No Encontro

Débora Nascimento relembra assédio sexual que sofreu e chora: "Desconfortável"

Durante participação no programa da Fátima Bernardes, a atriz se mostrou muito abalada

Débora Nascimento relembra assédio sexual que sofreu e chora:
Débora Nascimento durante o "Encontro com Fátima Bernardes": atriz contou sobre abuso que sofreu - Foto: Reprodução

Publicado em 24/06/2019 às 14:00:00 ,
atualizado em 24/06/2019 às 14:03:50

Por: Redação NT

Na manhã desta segunda-feira (24), Débora Nascimento esteve no "Encontro com Fátima Bernardes" para falar sobre sua personagem em "Verão 90". Mas a atriz contou também sobre uma experiência sofrida no passado.

Segundo ela, durante uma viagem internacional que fez, foi assediada sexualmente dentro do avião. "Aconteceu comigo numa viagem internacional, no voo. Eu era mais novinha, tinha mais ou menos 19 anos. Era aquele voo de 11 horas, da África do Sul para cá. Me sentei na janela, e o homem sentou no corredor. Passou um tempo da viagem e o cara começou a se expandir. Falei: 'Ah, tudo bem, ele precisa se expandir, é meio desconfortável, muito tempo de viagem'", contou a atriz.

A intérprete de Gisela na trama das 19h continuou a relembrar o momento, visivelmente abalada: "Ele começou a encostar a perna, o braço, e eu só observando. Aí você já começa a ficar gelada. É muito difícil. Você começa a achar que é da sua cabeça. Isso foi há anos e era muito desconfortável. Tinha cobertor e eu sentia que ele estava chegando perto. Me mexia, dava uma cutucada, uma joelhada. Passava 20 minutos e ele se expandia de novo, queria tirar proveito da situação".

A atriz ainda contou que chegou a falar com o homem sobre: "Até que eu falei: 'Opa, pera aí, tem um espaço aqui. Você fique no seu e entenda que esse é o meu espaço. Eu sou grande também. Preciso do meu espaço, do meu conforto, então, por favor, recolha sua perna, seu braço'", disse.

O voo era longo, mas mesmo assim, Débora relembra que não conseguiu ficar tranquila após o ocorrido: "Eu tremia e olhava para a comissária de bordo procurando um apoio. O fato de eu ter falado mais alto deixou ele constrangido, porque as pessoas olharam. Mas eu estava tremendo, morrendo de medo. No resto da viagem, eu não dormi. Fiquei dura, quietinha. Cheguei em casa cheia de dor".

Percebendo a emoção da atriz ao contar, Fátima exclamou: "Olha quanto tempo depois, como isso ainda mexe com você".

 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!