Lista NT

10 celebridades brasileiras que conseguiram combater a depressão

10 celebridades brasileiras que conseguiram combater a depressão
Fotomontagem Divulgação

Taty Bruzzi
i

Taty Bruzzi

Jornalista com especialização em Jornalismo Cultural, Tatiana Bruzzi atua na área há 19 anos, com ampla experiência na produção, criação, edição e revisão de texto. Nos últimos anos tem focado nas editorias de Mulher, Famosos e Cinema.

Publicado em 18/06/2019 às 06:19:00

Conhecida como o mal do século, a depressão pode afetar pessoas de qualquer idade e classe social. A doença tem relação com distúrbios psicológicos e emocionais, impedindo o indivíduo de ter uma vida saudável em sociedade.

Hoje, especula-se que 5,8% dos brasileiros sofram da doença nem mesmo as pessoas do meio artístico estão livres de sofrerem desta patologia. O caso mais recente é o da Juju Salimeni, que terminou seu casamento de 14 anos por causa do problema.

Assim como a modelo, outras 10 celebridades brasileiras tiveram que lidar com essa patologia em algum momento da sua vida. Tratamento psicológico, medicamentos, atividades físicas e a fé são apenas alguns dos meios encontrados para a cura.

Confira!

Adriana Esteves

A atriz estreou na TV em “Top Model” (1989), depois de vencer um concurso no programa “Domingão do Faustão”, e não parou mais. Considerada uma das melhores profissionais da sua geração, Adriana Esteves tem em seu currículo papéis memoráveis como a Amelinha de “Coração de Estudante” (2002) e a Carminha de “Avenida Brasil” (2012). Casada com o ator Vladimir Brichta, a atriz conta ter sofrido de depressão depois de receber uma enxurrada de críticas por causa do seu papel como Mariana em “Renascer” (1993). Apesar de pequenos trabalhos posteriores, sua retomada foi em 1997 na novela “A Indomada”.

Ana Furtado

Em 2007, a apresentadora do “É De Casa” teve depressão pós-parto. Casada com o diretor Boninho, com quem teve Isabella, hoje com 12 anos, Ana Furtado na época estava cobrindo a licença-maternidade de outra colega, a apresentadora Angélica, e apesar da ótima fase no casamento e na vida profissional não se sentia feliz. “Eu tinha uma filha linda, estava num momento incrível, apresentando um programa aos sábados (“Estrelas”), um casamento maravilhoso, e eu chorava, chorava. Não quero que outras mulheres passem por isso, principalmente as que não conseguirem reconhecer esse momento”, disse em entrevista na época.

Anitta

A cantora Anitta revelou ter tido os primeiros sintomas da depressão logo no início da carreira, quando tinha apenas 18 anos. Na época, ela não soube lidar muito bem com as críticas e acabou se deixando abater com os comentários negativos. O jeito foi dar uma desacelerada e buscar ajuda profissional.

Fernanda Lima

Em 2005, a modelo Fernanda Lima estreou na TV como protagonista da novela “Bang-Bang”, na TV Globo. Alvo de críticas por causa da sua atuação, a bela se assustou com tantas mensagens negativas e acabou entrando em depressão. Casada com Rodrigo Hilbert, mãe de dois filhos gêmeos e a espera de uma menina, a apresentadora revelou na época ter buscado a cura através da Yoga. “Novela é uma pedrada. As pessoas não me perdoaram, foi porrada em cima de porrada. É difícil não entrar em depressão nessas horas. Eu me segurei muito na yoga, mas tive momentos de chorar no chão, deitada em posição fetal”, contou.

Marina Lima

Uma das cantoras mais conhecidas dos anos 80, Marina Lima sofreu de depressão por causa de um problema nas cordas vocais, na década de 90. A artista comentou sobre o caso ano passado, durante participação no “Programa do Bial”, na rede Globo. "Naquele momento, acho que estava infeliz com minha carreira. Sou vira-lata, gosto de estar nos lugares. Estava bombando e um pouco assustada com o meu sucesso. Fiquei aflita. Quando voltei a ficar feliz, a voz voltou. Felicidade tem que se merecer, correr atrás. Não vem de graça”, recordou.

Padre Marcelo Rossi

Um dos padres mais carismáticos do Brasil, responsável por atrair através da música o interesse dos jovens pela igreja católica nos anos 2000, o religioso chegou a afirmar que nunca enxergou a depressão como uma grave doença, mas mudou de ideia quando se viu com a doença. Na ocasião, Padre Marcelo Rossi pensou até em desistir da sua vocação por acreditar que o celibato acabou se tornando profissão. Foi graças a uma visita do Papa Francisco que ele se deu conta da necessidade de ajuda médica, já que não conseguiu cantar para a pontífice. “Achava que era frescura. Foram sete meses e 22 dias de depressão. Nunca cheguei a pensar em suicídio, mas cheguei a comer sem sentir o sabor”, abriu seu coração na época.

Paula Fernandes

Compositora de “Juntos e ShallowNow”, Paula Fernandes já contou em entrevistas que sofreu de depressão aos 20 anos, época na qual estava completamente focada na carreira, mas não tinha retorno financeiro favorável. Segundo a cantora, ela chegou a pensar em tirar a própria vida. Além disso, perdeu muito peso. Foi aí que a artista resolveu seguir os conselhos da mãe e buscar ajuda de um profissional. O tratamento durou cerca de 3 anos. “É um choro que não cessa, um sono e um apetite que não voltam. A fase mais difícil é a que você está ignorante sobre o que está sentindo. Acha que vai morrer e não sabe o que está acontecendo. Outra fase é a em que você começa a melhorar, mas não acredita nisso até tomar confiança”, comentou certa vez.

Selton Mello

Em 2008, Selton Mello se viu em um quadro de depressão depois de suspender o uso do medicamento que tomava para emagrecer. Na época, o ator chegou a pesar 100 kg e sentiu vontade de abandonar a carreira. O que o impediu de cometer um desatino foi a prática de exercícios físicos. “Eu poderia estar mentindo aqui, falar que eu engordei 20 quilos para o papel em “Jean Charles”, mas não. Eu estava ruim da cabeça, estava vulnerável. É libertador poder falar sobre isso abertamente. Eu estou fazendo análise, coisa que eu nunca fiz na vida, e está sendo fabuloso”, relatou na época durante entrevista à revista “Veja”.

Thammy Miranda

Filho da cantora Gretchen, Thammy Miranda revelou ter sofrido de depressão quando decidiu assumir sua sexualidade. Hoje, o rapaz é um dos trans mais conhecidos do meio artísticos. Ano passado, ele se aventurou na carreira de Coaching para ajudar jovens a se livrarem da depressão e, atualmente, está nos Estados Unidos com a esposa, Andressa Ferreira, passando por um processo de fertilização in vitro.

Zizi Possi

Em 2001, Zizi Possi foi diagnosticada com depressão, doença da qual só conseguiuter alta em meados de 2014. Ano passado, durante entrevista à revista “Quem”, a cantora revelou ter encontrado na jardinagem um meio de driblar o problema. “Passei muito tempo deprimida e eu dizia que a sensação que eu tinha era a de gritar numa caverna que não tinha eco, uma solidão muito grande. Com as plantas, você sempre tem uma reposta. Você a trata bem e daqui a dois meses ela te dá um retorno impressionante”, disse ressaltando, ainda, a importância do medicamento, da terapia e da espiritualidade.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!