Exclusivo

Após polêmica com Luisa Marilac, Nego do Borel visita casa que acolhe trans e travestis

Cantor pediu ajuda para ativista do movimento LGBTI+

Nego do Borel e Agrepino Magalhães
Nego do Borel com Agrepino Magalhães, ativista do movimento LGBTI+

Publicado em 01/02/2019 às 16:55:05 ,
atualizado em 01/02/2019 às 18:04:35

Por: Sandro Nascimento

Enfrentando uma crise na carreira após a polêmica com Luisa Marilac e ameaçado de processo no web, Nego do Borel está se aproximando da causa LGBTI+.

No início da tarde desta sexta-feira (01), o cantor visitou a Casa Florescer, espaço que abriga mulheres transexuais e travestis em situação de vulnerabilidade, em São Paulo.

Nego do Borel foi acompanhado de Agrepino Magalhães, ativista do movimento LGBTI+.

"Ele errou, todo mundo sabe que errou e feio. Chamar uma pessoa que tem uma identidade de gênero no masculino, sendo que a uma pessoa tem uma identidade de gênero que é feminino, é horrível. Mas eu vejo que ele errou e pediu desculpas e a gente vê na cara dele que ele se arrependeu", contou Agrepino em conversa com o NaTelinha.

O ativista do movimento LGBTI+ elogia a atitude do funkeiro de se aprofundar na causa e dos problemas que as transexuais e travestis enfrentam. Ele ainda destaca que o transtorno que o cantor enfrentou após a treta com Luisa Marilac serviu como lição.

Das mãos de Agrepino, Nego do Borel recebeu um manual de comunicação do LGBTI+, que explica, de forma didática, todo movimento.

"Eu acho louvável a atitude do Nego do Borel. Ele hoje pediu desculpas, visitou a casa FloreScer, que é uma casa de acolhimento de mulheres travestis e mulheres transexuais em situação de rua em São Paulo. E assim entender mais, se aprofundar e ajudar. Pelo simples fato dele pedir desculpas, isso é já uma grande vitória pra nós do LGBTI +. Os próprios seguidores dele entendem também que não pode sair por aí não respeitando as pessoas nos seus devidos direitos de ser. É isso queremos das pessoas, simplesmente respeito", completou Agrepino Magalhães.

O NaTelinha tentou contato com a assessoria de imprensa de Nego do Borel, mas as ligações não foram atendidas.

Confusão

No dia 12 de janeiro, Nego do Borel publicou no perfil de Luisa Marilac o seguinte comentário: "Você é um homem gato também, parabéns, deve estar cheio de gatas!".

Sentindo-se ofendida, Marilac, que é travesti, retrucou o cantor: "onde você está vendo um homem aqui?". Em seguida, colocou no seu perfil do Instagram o print da conversa, com a legenda: "Eu estou perplexa. Fiquei sem chão. Sigo cara tanto tempo... Gosto do trabalho dele. Olha o que ele fala pra mim. Vivendo e aprendendo é assim que a gente conhece as pessoas".

Após ocorrido, o cantor tem enfrentado diversos problemas na carreira. Foi vaiado durante uma participação especial no show de Anitta, teve a gravação do DVD cancelada e alguns artistas estão se afastando para não terem suas imagens atreladas ao funkeiro.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!