Reportar erro
Rei do Pop

Médico de Michael Jackson afirma que pai castrou o astro: "Um dos piores pais da história"

Em 2011, ele foi acusado de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar

Médico de Michael Jackson afirma que pai castrou o astro: "Um dos piores pais da história"
Fotos: Divulgação

Thiago Forato

Publicado em 13/07/2018 às 10:18:15

Conrad Murray, médico que foi declarado culpado pela morte de Michael Jackson em junho de 2009 por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar), fez revelações bombásticas ao jornal The Blast sobre o pai do Rei do Pop, morto há três semanas aos 89 anos.

O médico já havia dito que Joe Jackson foi "um dos piores pais da história" e disse que "Michael experimentou a crueldade nas mãos de seu pai".

Um relato chocou diversos veículos e fãs: "O fato de ele ter sido 'quimicamente castro' para manter sua voz aguda é algo indescritível". Na Itália, no século XX, muitos cantores de ópera foram submetidas a essa prática, conhecida como "castrati".

Murray é cardiologista e foi o médico pessoal de Michael Jackson por muitos anos. A acusação de homicídio culposo foi dada em 2011. Era ele quem ministrava os remédios de Michael que faleceu em função de doses excessivas do anestésico propofol.

Em 2016, ele lançou o livro "This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson", onde o médico acusava Joe de forçar Michael a tomar injeções de hormônio aos 12 anos de idade para curar acne e a impedir a mudança de voz.

Mais Notícias