Coluna do Sandro

Prêmio Cerejinha: Os piores da TV em 2019

As 10 maiores decepções ao longo do último ano no Prêmio Cerejinha

Prêmio Cerejinha: Os piores da TV em 2019
Montagem NaTelinha

Publicado em 08/12/2019 às 11:30:11

Por: Sandro Nascimento

Ao fim de cada ciclo do ano sempre ocorrem as tradicionais premiações dos melhores da televisão. Com o intuito de  buscar a valorização do profissional da mídia, a 10ª edição do prêmio NaTelinha está com votação aberta até o dia 16 de dezembro.

Porém, a coluna resolveu fazer uma lista dos programas, apresentadores e situações que foram grandes decepções ao longo de 2019.  Quem trabalha na TV aberta sabe que está suscetível aos elogios e às críticas. Afinal, são os erros que mostram os caminhos dos acertos. Embora essa afirmação seja ignorada por muitos executivos de televisão.

Se preparem porque está no ar a 1ª edição dos piores do ano do Prêmio Cerejinha.

Sapo Enterrado - O Sétimo Guardião

Dentre os sapos que foram enterrados na televisão em 2019, com certeza aquele que foi colocado nos estúdios da Globo para a novela O Sétimo Guardião merece o prêmio deste ano. O sapo foi bem enterrado.

Na trama escrita por Aguinaldo Silva ocorreu tudo o que poderia dar de errado em uma novela. Baixo Ibope, briga nos bastidores entre atores, morte de figurante, disputa na justiça pela sinopse e ameaça de suspensão na estreia por uma liminar. Além disso, se não bastasse, seu agitado backstage ainda causou separação de um casal margarina.  Será que foi o gato Leon? Curuzes!

Cancelamento na Internet -  Rodrigo Faro

Depois de tanto chororô e lágrimas derramadas em 2019, Rodrigo Faro finalmente conseguiu se destacar na web com essa característica. Durante a homenagem póstuma a Gugu Liberato, ele perguntou para sua produção quanto seu programa estava marcado de Ibope.

A cena abriu margem para questionamentos éticos e a internet não perdoou e detonou o apresentador da Record, promovendo seu “cancelamento”.

O tema emplacou a liderança dos assuntos mais comentados naquele domingo e bateu todos os recordes de repercussão, não muito amável, na web em 2019.

Não foi dessa vez - Tiago Abravanel no SBT

Depois de alguns anos na Globo, e sempre cobrado para assumir a apresentação de um programa no canal do seu avô, Tiago Abravanel finalmente estreou no SBT em 2019.  Mas como falaria Silvio Santos: "Mah oee! Eu não vi, minha esposa não viu, minhas filhas não viram e ninguém viu".

Se o problema foi o formato do Famílias Frente a Frente, vamos esperar que tenha sido. Pelo seu talento, Tiago merece outra chance porque não foi dessa vez. Prêmio Cerejinha pra ele.

Cigano Igor do ano -  Viviane Araújo em O Sétimo Guardião

Linda e eterna rainha de bateria do Salgueiro, Viviane Araújo deveria repensar se deseja mesmo seguir a carreira de atriz. Vale o aviso: Cada um no seu quadrado.

Seu personagem em O Sétimo Guardião, Neide, parecia um robô e tinha a mesma entonação de voz quando estava triste e alegre na trama. Finamente achamos uma companhia para o cigano Igor. Prêmio Cerejinha em ritmo de samba.

Gasparzinho - O Aprendiz com Roberto Justus

Quando foi exibido pela última vez na Record, em 2014, O Aprendiz estava em queda livre de audiência e a emissora despachou o formato para a FremantleMedia.

Porém, igual a Fênix, de uma hora para outra, Roberto Justus, que ninguém mais apostava que voltaria à TV, reaparece na Band com um programa que todo mundo avisou que já estava esgotado.

Como dinheiro não é seu problema, ele teimou, comprou os direitos do reality e colocou no ar no prime-time da emissora dos Saad. Resultado da aposta foi igual ao Gaspazinho, só serviu para assustar a pouca audiência da Band.

Gasparzinho 2 - Olga na RedeTV!

Nesse quesito só preciso questionar: Você sabia que o Olga Bongiovanni retornou à televisão pela RedeTV!? Prêmio Cerejinha nela.

Se Jogou errado - Fernanda Gentil no Se Joga

Depois de uma brilhante participação na Copa 2018, Fernanda Gentil decidiu que chegou a hora de migrar para o entretenimento da Globo.

Porém, ela acabou se jogando errado num projeto que só seus diretores acreditavam que poderia dar certo. Sem exibir o famoso padrão Globo de qualidade, o Se Joga foi a pior atração que canal colocou na sua grade em anos. O Se Jogou errado do ano é seu Gentil, Cerejinha pra você.

Quem decidiu? - Padre Alessandro na RedeTV!

Dentre tudo o que aconteceu no ano na televisão, esse merece o troféu do Quem decidiu?. Alguém precisa procurar a pessoa que decidiu colocar na programação da RedeTV! o Padre Alessandro Campos. Buscamos classificar a atitude de corajosa ou falta de know how de televisão. Bem, o troféu Cerejinha está aqui, vem pegar.

Desperdício na TV - Núcleo família do Rock em A Dona do Pedaço


Ninguém entendeu o que Walcyr Carrasco queria quando criou o núcleo da família do Rock (Caio Castro) em A Dona do Pedaço.  Se não tivesse, ninguém sentiria falta. 

Foram escalados para o desafio: Betty Faria, Tonico Pereira, Marcos Nanini e Rosi Campos. O melhor exemplo de desperdício de talentos da TV em 2019 em um só local. Personagens que nem engraçados eram. Loucura, loucura. Cerejinha, Walcyr!

Virou coadjuvante - Marcos Palmeira em A Dona do Pedaço

A promessa era para ser o casal avassalador na novela A Dona do Pedaço, mas ninguém torceu para o insosso Amadeu (Marcos Palmeira) ficar com  Maria da Paz (Juliana Paes). Não deu liga. Durante toda a trama ficou sendo coadjuvante

Amadeu levou chifre de Régis (Reynaldo Gianecchini) e só ficou com a amada porque Walcyr Carrasco decidiu seguir sua elogiada sinopse à risca. Prêmio Cerejinha!



Melhores do Ano NaTelinha 2019: Vote e eleja os destaques do ano na televisão!


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!