Sandro Nascimento
Reportar erro
Quarta-feira

Nota 0 e Nota 10: A falta de pontualidade da Globo e o didatismo de Felipe Santana

Globo e Felipe Santana em destaque
Fotomontagem NaTelinha - Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 17/04/2019 às 06:41:03

Todos os dias aqui no NaTelinha, o jornalista Sandro Nascimento dá nota 0 e nota 10 para o que assiste, apontando o que gostou e o que não gostou na televisão.

As opiniões são pessoais e não refletem necessariamente a posição do site, mas seguem preceitos do jornalismo, como ética, imparcialidade e isenção.

A página também está aberta para comentários e debates sobre os assuntos retratados.

Nesta quarta-feira (17), os temas são a falta de pontualidade da Globo e o didatismo de Felipe Santana.

Confira:

Nota 0 e Nota 10: A falta de pontualidade da Globo e o didatismo de Felipe Santana

Nota 0

Para a Globo, que perdeu a pontualidade na programação. No passado, era referência para acertar os ponteiros do relógio.

Agora, novela das 18h começa entre 18h25 e 18H35; das 19h, virou “depois do jornal local”; e o folhetim das 21h, esse a cada dia é um horário diferente pra começar e terminar.

Quem possui o hábito de gravar programas, sempre fica faltando o pedaço do começo ou do fim. Uma pena.

O curioso é que, hoje em dia, SBT, Record e RedeTV! estão bem mais pontuais com os horários dos seus programas do que a Globo. Quem diria.

Alguém arrisca dizer quando começa o "Jornal da Globo"?

Nota 0 e Nota 10: A falta de pontualidade da Globo e o didatismo de Felipe Santana

Para a forma didática que o repórter Felipe Santana explicou, no "Jornal Nacional", a importância da primeira foto do buraco negro. A matéria foi exibida na última quinta-feira (11) na Globo.

A equipe também merece destaque: Ana Carolina Vieira na edição e André Gatto na arte. Afinadíssimos. É reportagem que deveria ser utilizada em diversas escolas.

Aliás, Felipe Santana tem essa qualidade de transformar assuntos complexos em algo descomplicado utilizando textos simples.