Reportar erro
Colunas

A saída melancólica do ex-Menudo Roy Rossello de "A Fazenda"

Enfoque NT

afazenda7-royrossello-perfil.jpg
Divulgação/TV Record
Thiago Forato

Publicado em 25/09/2014 às 17:44:28

O ex-Menudo Roy Rosselo deixou nesta quinta-feira (25) o reality “A Fazenda” direto para uma delegacia, acusado de não pagar pensão alimentícia do filho.

A medida pegou a todos de surpresa, inclusive o próprio peão já que, segundo ele, havia um acordo com sua ex-mulher. O cantor teria dado um terreno e um bar para cuidar do filho, mas ela, por sua vez, acabou vendendo-o sem seu conhecimento.

Essa é a primeira vez que algo parecido acontece num reality-show no Brasil. O mais próximo que chegamos disso foi em 2012, quando Daniel foi expulso do “Big Brother Brasil” por suspeita de ter estuprado a participante Monique, quando estava alcoolizada. Tal fato, posteriormente, foi comprovado que não houve nada.

Não se sabe quantos meses Roy deixou de pagar a pensão, mas o que se sabe é que a dívida estava estimada em quase R$ 20 mil num processo que vem desde maio do ano passado.

Efeitos

Esta sétima edição já está polêmica, e com esse ingrediente a mais, o interesse por parte do público pode aumentar em volta do programa. Sobretudo se Roy voltar. Certamente será como imagem de “vítima” e isso pode potencializar sua força para seguir na competição.

Aliás, nada mais natural que ele retorne, se tudo for resolvido o mais rápido possível.

MasterChef

O “MasterChef”, exibido na Band às terças-feiras, a partir das 22h45, certamente é um dos melhores produtos da emissora nos últimos anos. Hoje, pode-se dizer que é o melhor programa da grade de programação com folga.

Edição, jurados e participantes bem escolhidos e provas muito bem arquitetadas e realizadas, na mais perfeita harmonia. Ana Paula Padrão, contudo, ainda destoa disso e nas primeiras edições se mostrou bastante forçada, até por não estar acostumada a apresentar esse tipo de atração. Com o tempo, isso se ajeita.

Reprise bem sucedida

“Esmeralda” se mostra um tiro certo do SBT. Produzida em 2004, foi exibida até 2005 e depois reprisada em 2010, também com relativo sucesso. Agora em 2014, apesar do baixo share de audiência no período da tarde, a história de Esmeralda tem assustado os filmes da “Sessão da Tarde”, da Globo.

É uma trama bastante água-com-açúcar, mas é o que o público da tarde quer ver. Aliás, destaco a atuação de Karina Barum como Graziela. Para quem não se lembra, ou nunca assistiu, a cena de sua morte no final da trama é épica.

Identificação

Não resta dúvidas de que Tiago Leifert é um excelente profissional. Mas, com esse troca-troca de programas, não há como criar identificação com nenhum. Diferencial no “Globo Esporte”, pouco apareceu por lá este ano por conta de férias, Copa do Mundo e “The Voice Brasil”. Falta continuidade ou definir melhor qual linha deseja realmente seguir.


Converse com o colunista: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter: @Forato_

Mais Notícias