Reportar erro
Colunas

Olhar TV: Uma noite de muito glamour e poucas surpresas no Globo de Ouro

46ba75ee6f66c22628c391b887a157ff.jpg
Jennifer Lawrence venceu como melhor atriz coadjuvante por "Trapaça"
Taty Bruzzi

Publicado em 13/01/2014 às 15:37:49

É chegada a melhor época do ano para os cinéfilos. Na noite do último domingo (12), foi ao ar a 71º edição do “Globo de Ouro”, realizada no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, Califórnia, consagrando os melhores da TV e do cinema através de votação realizada pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood.

E como a premiação é uma prévia do que se esperar do Oscar 2014, o canal E! deu a largada e começou a exibir a chegada dos astros e estrelas ao Red Carpter a partir das 20h (horário de Brasília), enquanto que a transmissão no canal TNT começou uma hora antes da grande festa, marcada para iniciar às 23h.

Quem acompanhou desde o começo, se deliciou com a beleza de atrizes como Amber Heard, Margot Robbie e Kristen Connolly, que apostaram em modelitos com fendas generosas. Além de Amy Adams, com decote tão sensual quanto os usados por ela em “Trapaça”, eleito o melhor filme de comédia/musical.

Os homens também não deixaram a desejar. A começar por Leonardo DiCaprio, que faturou o prêmio de melhor ator de comédia/musical por “O Lobo de Wall Street”, e Matthew McConaughey, que venceu como melhor ator de drama em “Clube de compras Dallas”, a surpresa da noite.
 
Cerimônia tem poucas surpresas e prêmios especiais
 
O glamour do “Golden Globe” contou com as comediantes Tina Fey e Amy Poehler como mestres de cerimônia pelo segundo ano consecutivo. As duas já garantiram seus retornos ao posto em 2015.

Além da dupla, nomes como Channing Tatum, Jennifer Lawrence, Tom Hanks, Chris Hemsworth, Melissa McCarthy, Emma Watson, Naomi Watts e Olivia Wilde também subiram ao palco para anunciar os vencedores.

A festa teve poucas surpresas, assim como apenas alguns momentos memoráveis. Destaque para a premiação do ator Michael Douglas, como melhor ator em minissérie ou filme para a TV, por sua atuação em “Minha Vida com Liberace”.

Assim como o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV para Jacqueline Bisset, uma das mulheres mais belas do cinema na década de 70, pelo desempenho em “Dancing on the edge”.

Por fim, destaco o momento em que a veterana atriz Diane Keaton subiu ao palco para receber o prêmio “Cecil B. DeMille”, pelo conjunto da obra, em nome de Wood Allen, diretor de “Blue Jasmine”, que é avesso a premiações.    

Em um discurso emocionado, a atriz cantou um trecho da música infantil “Make New Friends, But Keep the Old”, que quer dizer “faça novos amigos, mas mantenha os velhos”, como resumo da amizade entre os dois que já dura 45 anos.

No mais, “Trapaça” levou os troféus de melhor filme de comédia, melhor atriz de comédia para Amy Adams e melhor atriz coadjuvante para Jennifer Lawrence, enquanto que “Clube de Compras Dallas” levou dois Globos de Ouro. Um deles, o de ator coadjuvante para Jared Leto, vocalista da banda “Thirty Second to Mars”.

“12 Anos de Escravidão”, considerado o mais forte para ser indicado ao Oscar deste ano, apesar de disputar o maior número de prêmios da noite, 6 no total, ficou apenas com o de melhor drama.

Agora, é aguardar a lista de indicados ao Oscar, que será divulgada na próxima quinta-feira (16), fazer suas apostas e esperar o dia da grande noite de premiação do cinema, que, como de costume, deve ser realizada em março deste ano.

Mais Notícias