Reportar erro
Colunas

NT Internacional: Clássico "I Love Lucy" é colorizado para virar especial

E mais: Disney Channel homenageia Mickey Mouse; animações em alta na TV paga

592fb4570d8e92ecb8e19197c48c3789.jpg
Lucille Ball em foto colorizada da série "I Love Lucy"
Redação NT

Publicado em 11/11/2013 às 11:05:44

Em uma situação curiosa entre os especiais de fim-de-ano do canal CBS, dois episódios de 1956 da icônica série de humor "I Love Lucy" ganharão uma exibição especial em horário nobre do canal, prevista para o próximo dia 20 de dezembro.

O programa natalino será composto de um episódio especial da série, raramente exibido e considerado perdido até 1989, além de um dos momentos mais famosos da sitcom de Lucille Ball: "Lucy's Italian Movie", com a cena antológica em que a protagonista amassa uvas com os pés para conseguir um papel em um filme. Remasterizados, ambos os episódios serão exibidos em uma inédita versão colorizada, produzida com autorização dos herdeiros dos criadores da série, e irão ao ar sem interrupções para intervalos comerciais.

Produzida originalmente em preto-e-branco, o formato de exibição modificada pode causar certa controvérsia, afinal, é uma intervenção externa bem considerável no produto original. No entanto, a rede CBS, dona dos direitos do seriado, aparentemente vê a alteração como um teste para testar o apelo do programa com audiências mais novas. Segundo anúncio do canal, a ideia é dar um "ar vintage" à produção, em uma homenagem ao período em que a série foi produzida - em que não havia produção colorida para televisão.

Haverá ainda "função narrativa" à adição de cor. Segundo a CBS, o especial natalino, por exemplo, terá cenas de flashback que seguirão em seu formato original preto-e-branco para representar o lapso de tempo.

Já se imagina que, caso haja boa aceitação, a distribuidora Paramount, a qual a CBS pertence, possa autorizar futuramente a colorização de novos episódios de "I Love Lucy", seja para exibição na televisão ou por outras plataformas, como um virtual lançamento em Blu-Ray ou streaming.

Afinal, não é a primeira vez que uma série clássica sofre modificações para ganhar um lançamento em home-video: "Star Trek" (Jornada nas Estrelas), também da Paramount, teve seus efeitos especiais completamente recriados quando foi restaurada em alta definição, deixando o produto final ligeiramente diferente da série que era vista originalmente no canal NBC nos anos 1960 - o que dividiu opiniões.

Já os detentores dos direitos de "Perdidos no Espaço" estão estudando através do retorno dos fãs na internet a aceitação do público sobre o lançamento no formato de alta definição. Além da primeira temporada da série ser em preto-e-branco, entre as opções de restauração dos originais em película, a proporção de tela original também pode ser alterada para se adaptar ao formato das televisões atuais.

Séries como "I Love Lucy", "Star Trek" e "Perdidos no Espaço" fazem parte da história da TV e são precursoras de formatos que são seguidos na programação de canais de todo o mundo até o dia de hoje, tornando essenciais sua preservação e acesso a novas gerações. Mas torna-se inevitável esperar que registros como esses não cheguem às mãos do público descaracterizados, com cortes ou mudanças profundas de conteúdo. Afinal, a história é feita de detalhes. Espera-se que, em todos os casos, prevaleça o bom-senso.

Homenagem


"Patotaland" com uma versão reformulada do Mickey vai ao ar no Disney Channel americano


O Disney Channel americano fará uma programação especial para comemorar o aniversário de 85 anos do personagem Mickey Mouse no próximo dia 18 (data escolhida por ser a do lançamento original do curta "Steamboat Willie" em 1928). Na próxima segunda-feira, o canal exibirá por lá um desenho animado inédito do personagem: "Potatoland" faz parte de uma série de curtas exibidos pelo canal desde junho deste ano em uma versão reformulada do Mickey, com traços rebuscados e humor físico que remete às primeiras animações da década de 1930.

A diferença deste episódio, além da ocasião, é a duração: enquanto os demais curtas desta nova fase tem três minutos de duração e são veiculados como interprogramas, "Potatoland" terá 7, a duração-padrão dos curtas originais de cinema.

A série "Mickey Mouse Shorts" é assinada por Paul Rudish (que assinou episódios de "O Laboratório de Dexter", "As Meninas Superpoderosas" e "Titã Simbiônico"), e, por sinal, ganhou recentemente três prêmios Emmy pelo episódio "Croissant de Triomphe", que teve uma pré-estreia na internet em março deste ano.
 


Mickey Mouse repaginado nos curtas "Get a Horse" para cinema


Ainda neste mês, no dia 27, Mickey também terá um retorno aos cinemas, quando o curta "Get a Horse!" chega aos cinemas americanos acompanhando as cópias de "Frozen: Uma Aventura Congelante", novo longa de animação dos estúdios Disney. Usando material antigo do estúdio, o curta resgata gravações do próprio Walt Disney dublando o camundongo, em uma peça que homenageia os traços e a animação original do personagem.

Seleção

Os Estúdios de Jim Henson, a Creature Shop - famosa por criar bonecos e animatrônicos ultra-realistas para cinema e TV, em títulos de sucesso como "Os Muppets", "Família Dinossauros", "Labirinto", "Tartarugas Ninja" e o recente "Onde vivem os Monstros" -, vão ganhar em breve o seu próprio programa de TV.

O canal SyFy encomendou a série "Creature Shop Challenge", um reality-show onde será escolhido um novo profissional para a empresa. O formato se assemelha ao de um dos atuais carros-chefe do canal, o "Face Off" - uma competição entre profissionais de maquiagem e efeitos visuais -. Brian Henson, atual chefe da empresa criada por seu pai Jim, será o jurado principal da atração, ao lado dos profissionais do ramo Beth Hathaway e Kirk Thatcher.

A produção da NBC/Universal será apresentada por Gigi Edgley, conhecida pela série "Farscape", uma das produções mais lembradas dos estúdios de Henson. Por enquanto, a previsão de estreia é para o primeiro semestre de 2014.

Em tempo

- A nova série de Shinichiro Watanabe, autor de um dos animes mais cultuados da década de 90, "Cowboy Bebop", vai merecer um lançamento simultâneo mundial que passará pelo Japão, Estados Unidos e mais outros 40 países da Ásia. "Space Dandy" estreia em janeiro no Cartoon Network americano, dentro do bloco "Adult Swim", dedicado a animações adultas.

- Enquanto isso, outra animação estreou bem na grade do canal infantil. "Steven Universe", assinada por Rebecca Sugar (roteirista de "Hora de Aventura"), marcou no último dia 4 a melhor estreia do Cartoon Network em 2013 e a liderança de audiência em TV paga entre o público infantil entre 2 e 14 anos. O índice de 1,9 milhão de espectadores foi 30% superior à media habitual do seu horário de exibição, nas noites de segunda-feira.


Pesquisador e produtor de projetos para televisão e cinema, Fábio Mendes traz para o NaTelinha as novidades e destaques das programações televisivas pelo mundo. Fale com ele pelo twitter: @fabio_menDS

 

Mais Notícias