Reportar erro
Em baixa

BBB21: Como Karol pode reverter queda no número de seguidores? Especialista responde

Cantora tem sido alvo de críticas nas redes sociais

Karol Conká posa com cara de espanto no BBB21
Karol Conká tem perdido seguidores no BBB21. Reprodução: Globo
Luana Benedito

Publicado em 03/02/2021 às 05:43:00

Karol Conká entrou como uma das fortes candidatas ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB21. No entanto, o favoritismo da cantora tem ido pelo ralo após falas que foram interpretadas pelo público como xenofobia em relação à Juliette, e também o tratamento da artista com Lucas Penteado, que chegou até a proibir o ator de sentar-se à mesa para almoçar junto aos brothers. A reposta para ações da sister tem sido uma queda no número de seguidores - 400 mil desde sexta-feira (29) -, e muitas hashtags pedindo a expulsão da curitibana.

Em entrevista ao NaTelinha, Pedro Valério, especialista em Marketing Digital e CEO da agência Allfluence, avaliou a situação de Karol e o que pode ser feito pela equipe da artista. Ele parafraseia Warren Buffett, um dos homens de negócios mais poderosos do mundo, para descrever o cenário enfrentado pela cantora: “Leva-se 20 anos para construir uma reputação e cinco minutos para destruí-la”.

Pedro aponta que a equipe de Karol demorou em agir diante da crise de imagem da artista. “Foram cinco dias sem postar nada, quando postou... Postou uma coisa sobre a Juliette, sobre o povo nordestino e nada sobre o Lucas. Sobre o Lucas, eles postaram no Twitter e ainda deram uma mancada, disseram que não concordam, mas tentando mostrar o outro lado e isso não funciona.”

E ele continuou a análise: “Outra coisa que não foi feita, foi a gestão rápida de fechar os comentários e deixar só para os fãs reais que amam a Karol Conká. Eles ficaram cinco dias sem postar, mas posts antigos estavam abertos, ela recebeu milhares de comentários criticando o comportamento dela. Isso gera uma perda de seguidores de não só quem estava acompanhando o BBB, mas dos fãs que estavam ali”.

O especialista ainda faz um comparativo com a equipe de Lumena, que também tem sido alvo de críticas nas redes sociais. “A assessoria foi bem inteligente. Eles fizeram um post ali, rapidamente, de ‘não estamos abandonando o barco, pelo contrário, estamos nos posicionando’ e falaram umas coisas bem interessantes que é possível se perder no jogo e fazer leituras equivocadas, mas que é possível se reencontrar. Eles deixaram um caminho aberto para o diálogo bem interessante.”

“No final, a equipe ainda se desculpa com a família do Lucas e ainda fala: ‘Nos comprometemos a mostrar tudo para a Lumena para que tenha a oportunidade de voltar a si, rever a situação e entender a necessidade de se desculpar diretamente’. Isso gerou uma série de comentários positivos dos seguidores reais da Lumena”, completou.

Pedro Valério ainda dá sua opinião pessoal sobre a situação:  “Me parece que a equipe da Karol, sobretudo no Twitter, está tentando normatizar as atitudes dela pela responsabilidade social, militância e tudo mais, mas isso não está funcionando porque seria exatamente esse grupo que não aceita esse tipo de atitude. Pois passou de educar e tentar explicar para toques de crueldade."

O que fazer nesta situação?

Segundo o especialista em marketing digital:

- Ser honesto e direto, a assessoria não pode tentar não encarar isso.

- Se posicionar ao lado das pessoas que estão, não sendo vítimas da situação, mas que está sendo o lado oposto do cliente, neste caso, a Karol Conká. Então, o posicionamento tem que vim do outro lado e fazer uma retomada.

- Tomar medidas ativas rapidamente.  "Aconteceu, elas precisam ser tomadas. Essas medidas precisam ser preventivas, esses protocolos de ações precisam ser feitos porque você sabe que a pessoa vai entrar numa casa e vai ficar exposta. Então, a equipe de social media tem que ter tudo alinhado: ‘se isso aqui acontecer, se eu for cancelado por alguma atitude minha lá fora, essa é a atitude’". 

Pedro ainda alertou para o que não pode ser feito de jeito nenhum: vitimizar o cliente. “Você não pode dar causa e consequência. ‘Mas ela fez isso, por causa disso’. Não estou dando juízo de valor, mas isso é comprovado: toda vez que numa gestão de crise você tenta vitimizar a pessoa, você consegue o efeito contrário, porque as pessoas não estão no momento de ver aquela pessoa como vítima. Você consegue, sim, se desculpar e fazer uma retomada da imagem.


Fique por dentro dos principais acontecimentos do Big Brother Brasil 21 acessando o canal exclusivo do NaTelinha sobre o reality.



Mais Notícias