Por onde anda Sérgio Hondjakoff, o Cabeção de "Malhação"?

Cabeção ficou por seis temporadas em "Malhação", entre 2000 e 2005

Ator está fora das novelas desde 2009 - Divulgação

Publicado em 15/08/2017 às 09:01:43 , atualizado em 15/08/2017 às 09:23:45

Por: Thiago Forato

O intérprete personagem mais duradouro da novelinha "Malhação", Sérgio Hondjakoff segue fora da TV, embora já tenha manifestado o seu desejo de voltar às telinhas. Nesta terça-feira (15), ele completa 33 anos.

No ar entre 2000 e 2005, o Canal Viva atualmente reprisa o último ano em que o personagem esteve presente na trama. A temporada revelou atores como Thiago Rodrigues e Fernanda Vasconcellos, que até repetiram par romântico em outras duas ocasiões ("Páginas da Vida", de 2006 e "Tempos Modernos", de 2010).

Hondjakoff está fora do ar desde 2015, quando foi repórter do humorístico "Pânico na Band" e segue sem fazer novelas desde 2009, quando atuou em "Bela, A Feia", da RecordTV.

No ano passado, o ator chegou a ver o ponteiro da balança subir de 75 quilos para 90. Tudo isso para interpretar um papel num curta-metragem, intitulado de "As Flores de Maria", do diretor Edgar Ziler.

Por dois anos, Sérgio esteve cotado para participar de "A Fazenda" na sétima e oitava temporada, em 2014 e 2015, respectivamente. Sua entrada acabou não ocorrendo por outras questões.

Em 2015, causou polêmica numa entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro, ao declarar que estava há praticamente um ano sem sexo. "Estou focado no meu autoconhecimento", declarou na ocasião.

No próximo mês, o Cabeção sai do ar mais uma vez de "Malhação", no Canal Viva. O canal passará a reprisar a temporada 2006.

Enquanto isso, Sérgio segue sem emprego na TV. Pouco ativo nas redes sociais, seu último registro no Instagram, por exemplo, ocorreu em março, bem como no Twitter.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade