Reportar erro
No SBT

Confeiteiros do Bake Off cozinham com caixa de ferramentas no Mestres da Sabotagem

Todos os pratos do programa deste sábado (08) serão guloseimas

Fotos do programa Mestres da Sabotagem, do SBT
Priscilla Grasso participou da sexta temporada do Bake Off Brasil - Lourival Ribeiro/SBT
Redação NT

Publicado em 05/01/2022 às 17:31:39

O Mestres da Sabotagem estreia sua segunda temporada no próximo sábado (8), no SBT, e será doce apenas para os telespectadores. Os participantes da atração comandada por Sérgio Marone vão encarar alguns desafios bem amargos, como preparar as receitas utilizando uma caixa de ferramentas. Todos os competidores dessa edição do programa são ex-Bake Off Brasil: Dário, Núbia, Michael e Priscilla.

Os pratos do dia são uma receita doce com ingredientes normalmente usados em pratos salgados, um bolo de encher a boca de água e uma adaptação de uma receita clássica de chocolate e cereja. 

A cada episódio do programa, quatro chefs buscam um prêmio em dinheiro que pode chegar a até R$ 25 mil. Mas o caminho para a vitória exige bons pratos e desenvoltura para contornar as maiores sabotagens dentro da cozinha, como perder ingredientes, ficar sem fogo ou ser obrigado a usar os piores utensílios culinários. São 3 rodadas de desafios gastronômicos em que os cozinheiros têm pouco tempo para entregar os melhores pratos enquanto sabotam e são sabotados.  

Antes e durante os desafios, são realizados leilões de produtos e ingredientes bem inusitados. O cozinheiro que der o maior lance terá o poder de sabotar um concorrente. A cada rodada, um concorrente é eliminado sem nenhum tostão no bolso pelo chef Giuseppe, que prova os pratos sem fazer ideia do que os cozinheiros enfrentaram. Cada competidor começa a disputa com R$ 25 mil, que devem ser gastos com astúcia nos leilões. Na hora das sabotagens, os 'Sabotinos' Léo e Renato são os responsáveis por auxiliarem os participantes.

Saber administrar o dinheiro no momento da compra e identificar qual adversário vai se dar mal com as sabotagens são estratégias indispensáveis nos leilões. Cada lance pode significar centenas de reais perdidos, mas também investidos em sabotagens que podem eliminar os oponentes. O vencedor do episódio recebe o valor que restar em seu bolso após os leilões.

Confeiteiros do Bake Off cozinham com caixa de ferramentas no Mestres da Sabotagem
Sérgio Marone é o apresentador do Mestres da Sabotagem - Lourival Ribeiro/SBT

Sérgio Marone se considera o Mickey do Mestres da Sabotagem

Durante coletiva de imprensa virtual do Mestres da Sabotagem, em abril do ano passado, Sérgio Marone demonstrou satisfação em oferecer um novo conteúdo ao telespectador durante a pandemia e admitiu que vai deixar um pouco as novelas de lado para focar na carreira de comunicador. Apesar de ser um formato de culinária, Sérgio e o diretor do programa, Lucas Gentil, relataram que a atração tem diferenciais em comparação com outros programas do mesmo segmento, como o MasterChef e o Mestre do Sabor.

“Eu acho que esse diferencial [o bom humor] que o formato tem. Temos vários programas de culinária na TV, mas esse tem muito humor, algo diferente de tudo que a gente já viu. Acho que isso que me fisgou”, explicou Marrone no evento, que contou com a presença do NaTelinha.

“Na largada, já é diferente de tudo que a gente já viu, a sabotagem já inicia isso, porque ela faz com que os chefes sejam criativos e traz o humor necessário para tudo ficar mais leve. Temos também prêmios para os chefs que vêm ao programa. Eles têm chances de ganhar R$ 25 mil em um dia, um diferencial também. Tem quem fique três meses confinado em um reality e não tem uma diária como essa”, comentou Lucas.

Com a pandemia, toda equipe tem que seguir protocolos rígidos e Sérgio Marone confessou que é muito mais difícil do que em tempos normais. “Não dá pra ficar relaxado”, detalhou. “Porque tem lugares marcados para as pessoas ficarem, não podemos circular em todos os lugares. Você tem que ficar atento. Sai do estúdio, tem que colocar máscara, às vezes esqueço e já mandam eu colocar. É um jeito novo, mas necessário”, acrescentou.

Apesar das dificuldades, o apresentador comemorou o fato de poder estar trabalhando e levar um novo conteúdo aos telespectadores do SBT. “Podendo levar alegria para as pessoas neste momento é muito especial”, vibrou. “Eu só chego aqui e faço graça, sou o Mickey daqui”, brincou.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias