Reportar erro
Saída

Diogo Mainardi pede demissão e deixa Manhattan Connection após xingar advogado

Jornalista escreveu um comunicado para explicar a demissão

Diogo Mainardi pediu demissão da TV Cultura
Diogo Mainardi entrou em conflito com Kakay - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 04/05/2021 às 17:41:00

Nesta terça-feira (4), Diogo Mainardi comunicou que pediu demissão da TV Cultura e não fará mais parte do programa Manhattan Connection. Ele deixa a atração após ter sido acusado de deselegante com o advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, na última quarta (28).

“Desde a quarta-feira da semana passada [dia 28], quando xinguei o 'lulista' Kakay, a TV Cultura estava pressionando os produtores do Manhattan Connection, a fim de que tomassem alguma medida contra mim. Para preservar o programa, resolvi pedir demissão, que foi aceita de bom grado pela diretoria da emissora. Fiz grandes amigos nesses 17 anos. Obrigado, Lucas, Caio, Pedro e Angélica. E vai tomar no c*, Kakay”, postou o jornalista em seu site O Antagonista.

Durante a última edição do Manhattan Connection, Mainardi e o advogado debateram as últimas decisões do STF (Supremo Tribunal Federal) e chegaram a analisar o comportamento da Operação Lava-Jato nos últimos anos.

No final do programa, Diogo usa uma palavra de baixo calão. “Como diria Olavo de Carvalho, vai...”, comentou, mas sua fala foi cortada. Porém, o público identificou por leitura labial que Mainardi falou a frase “vai tomar no c*”, sendo acusado de grosseria com o convidado.

TV Cultura se manifestou sobre Diogo Mainardi

Diogo Mainardi pede demissão e deixa Manhattan Connection após xingar advogado

Com a repercussão, Mainardi foi muito criticado e a TV Cultura garantiu que estava estudando providências contra o jornalista. “A TV Cultura não concorda com o ocorrido e já tomou providências junto à empresa produtora do Manhattan Connection”, disse o canal na época.

Na ocasião, Diogo Mainardi usou a coluna do seu site, O Antagonista, para se defender das acusações. Ele explicou que o xingamento era uma referência ao que tinha dito na primeira fase do programa.

“O 'convidado' era Kakay, que durante o programa vaticinou a prisão de Sergio Moro. O xingamento era uma referência singela a algo que foi dito na primeira parte do programa, por Fábio Porchat”, declarou.



Mais Notícias