Reportar erro
Outros tempos

Monica Iozzi relembra CQC e dispara: "Bolsonaro foi mais inteligente que eu"

Atriz também conta que se arrepende de ter falado tantas vezes com ele

Monica Iozzi no Conversa com Bial
Monica Iozzi mira carreira de atriz - Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 02/09/2020 às 07:53:44

Convidada do Conversa com o Bial da madrugada desta quarta-feira (2), Monica Iozzi falou sobre sua carreira e os tempos de CQC (Custe o Que Custar), na Band. Na época, ela fazia cobertura política em Brasília e entrevistava pessoas como o atual presidente Jair Bolsonaro, que na época, adorava dar entrevistas.

"Bolsonaro foi muito mais inteligente do que eu. Ele sabia que podia se utilizar da oportunidade que o programa proporcionava para espalhar seu discurso. Ele ainda não era um cara muito conhecido, então para ele era bom", pontuou ao jornalista Pedro Bial.

Ela diz que o programa da Band foi quem mais deu voz à Bolsonaro, e lamenta a visibilidade dada: "Me arrependo de ter falado com ele tantas vezes".

Saída da Globo

Atualmente gravando uma série em Portugal, Iozzi entrou na Globo em 2014, e o Conversa com Bial relembrou sua participação em A Dona do Pedaço, no ano passado.

"Comecei a sentir muita falta de fazer coisas que iam além do humor. Eu acabei ficando nesse lugar. Então eu comecei a me sentir já sem repertório", acrescentou.

Ela começou sua passagem pela Globo como comentarista do Big Brother Brasil e depois também marcou como apresentadora do Vídeo Show, ao lado de Otaviano Costa: "Não sou comediante, sou uma atriz que ficou conhecida pelo grande público através do humor".

Agora, ela se prepara para voltar a apresentar. Desta vez, no Canal Brasil. E em vez de falar sobre novelas e bastidores da TV, volta a abordar a política.

Mais Notícias