Reportar erro
Ex-CQC

Marcelo Tas participa do Roda Viva e é detonado no Twitter

Marcelo Adnet também foi um dos convidados do Roda Viva

Marcelo Tas no Roda Viva
Marcelo Tas deu declarações polêmicas no Roda Viva - Reprodução
Redação NT

Publicado em 18/08/2020 às 11:57:26

A participação de Marcelo Tas no Roda Viva foi decepcionante segundo os usuários do Twitter. Apresentador do Provocações na TV Cultura, Tas foi convidado para ser um dos entrevistadores de Marcelo Adnet na última segunda-feira (17).

Na ocasião, o ex-titular do CQC citou seu ex-colega de Band, Marco Luque, como um dos mais bem-sucedidos humoristas da atualidade e entrou na onda de direita versus esquerda. "Quando você fala que é um humorista de esquerda, você nunca reparou que em Cuba não existe humorista? Ou na China não existe humorista?".

"Acho muito perigoso a gente, como pessoas que trabalham com humor, tomar um partido especialmente quando o humor é censurado. O que eu acho muito perigoso nessa polarização é a gente entrar nessa cilada", acrescentou.

O global perguntou ao ex-CQC se ele estava querendo dizer que os humoristas não deveriam ter opiniões políticas, e Tas esclareceu: "Claro que você pode ter opinião política e todos nós temos. Mas eu acho que quando eu me coloco partidariamente 'eu sou de esquerda', eu acho que o humorista perde o fio da navalha. Porque o que eu admiro em você é justamente o poder crítico que você tem com personagens da esquerda e da direita. Se eu sei que você é de esquerda, para mim perde um pouco".

Adnet não vê problema em se posicionar

Para Adnet, não há problema em se posicionar: "Eu não boto a carreira em cima do humano, eu não vou deixar de falar o que eu acredito. Acho que ser de esquerda, não tem nada a ver com China ou Coreia do Norte, isso é Comunismo. Nós temos que separar o que é ser um progressista de um comunista".

Segundo ele, chamar alguém de esquerda de comunista é o mesmo de classificar alguém de direita como fascista: "Há comediantes que são de direita, há comediantes que são de esquerda. Há alguns de extrema-esquerda e outros de extrema-direita e todos são comediantes, não deixam de ser por suas opiniões".

As falas de Marcelo Tas decepcionaram os tuiteiros:

Mais Notícias