Reportar erro
SBT

Domingo Legal completa 21 meses em segundo lugar e coleciona "vítimas" na Record

Programa de Celso Portiolli mantém vice-liderança mesmo durante pandemia de coronavírus

Celso Portiolli no estúdio do Domingo Legal
Celso Portiolli no estúdio do Domingo Legal - Foto: Divulgação/SBT
Paulo Pacheco

Publicado em 22/07/2020 às 04:51:00

O Domingo Legal vive seu melhor momento de audiência nos últimos dois anos. Se antes disso o programa do SBT era "freguês" da Record, há 21 meses não sabe o que é perder para a rival, que já tentou desbancar Celso Portiolli com Geraldo Luís, Sabrina Sato e a desgastada série Todo Mundo Odeia o Chris.

Desde outubro de 2018, quando iniciou a série histórica, até o último mês de junho, o Domingo Legal registrou média de 7,9 pontos na Grande São Paulo. No período, a Record marcou 5,8 e a Globo cravou 12 pontos.

Desde maio, o Domingo Legal exibe programas inéditos gravados sob regras de segurança e higiene para proteger a equipe do novo coronavírus. Para o Passa ou Repassa, por exemplo, foi construída uma máquina para evitar o contato entre os competidores.

Mesmo com a pandemia, que reduziu a audiência de todas as emissoras, o Domingo Legal continua em segundo lugar na Grande São Paulo. Em junho, fechou com 6,4 pontos, contra 5,8 da Record.

No PNT (Painel Nacional de Televisão), que mede a audiência das 15 principais regiões metropolitanas do Brasil, o Domingo Legal ganha da Record há quatro meses, de março a junho deste ano.

Além dos méritos próprios, o programa de Celso Portiolli ganhou uma forcinha da própria Record para se estabilizar na segunda posição do ranking de audiências. A emissora mexeu em uma fórmula de sucesso, viu os números despencarem e até agora não sabe como tirar a vice-liderança do SBT.

Vice-líder, Domingo Legal coleciona \"vítimas\" na Record
Geraldo Luís, Sabrina Sato e Todo Mundo Odeia o Chris: as "vítimas" do Domingo Legal na Record - Foto: Montagem/Reprodução/Record

Em 2018, a Record reformulou o Domingo Show: extinguiu a plateia, investiu apenas em reportagens e passou a exibi-lo gravado. O público de Geraldo Luís começou a "fugir", e em setembro daquele ano a emissora ressuscitou o formato anterior, porém o estrago já havia sido feito.

Portiolli virou o placar contra a Record em outubro de 2018: 8,0 x 7,8. E nunca mais saiu do segundo lugar. No mês com melhor desempenho, outubro de 2019, o Domingo Legal dobrou a audiência da rival: 9,1 x 4,6.

Desesperada, a Record tirou Geraldo Luís e trouxe Sabrina Sato para comandar uma atração completamente diferente, porém com o mesmo nome: Domingo Show. Em março, mês de estreia, a emissora perdeu feio para o programa do SBT: 5,2, contra 8,5 de Portiolli, que voltava de férias.

A pandemia tirou o Domingo Show do ar, e a Record escalou Todo Mundo Odeia o Chris e filmes como A Múmia e Velozes e Furiosos para salvar o horário. Entretanto, permaneceu em terceiro lugar, atrás do Domingo Legal.

Cada ponto equivale a 74.987 domicílios na Grande São Paulo, segundo dados consolidados do Kantar Ibope.

Mais Notícias