Reportar erro
Finalíssima

Mestre do Sabor: Jurados relembram momentos marcantes e comentam expectativa para a final

Segunda temporada do reality conta com quatro finalistas

Jurados do Mestre do Sabor
Leo Paixão, Kátia Barbosa e Rafa Costa e Silva: os mestres do Mestre do Sabor - Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 21/07/2020 às 10:14:00

O reality Mestre do Sabor tem sua grande final nesta quinta-feira (23) na Globo, com Ana Zambelli, Dário Costa, Júnior Marinho e Serginho Jucá brigando pelo prêmio de R$ 250 mil. Os mestres Kátia Barbosa, Leo Paixão e Rafa Costa e Silva comentam sobre os finalistas e relembram os momentos mais marcantes da competição gastronômica, além da expectativa para a final, que será ao vivo com a apresentação de Claude Troisgros e Batista.

Kátia ressalta que gostou do esquema de repescagem. "É uma nova oportunidade, traz esperança. Temos tempo de consertar alguma avaliação equivocada", conta ela, que diz acreditar que os candidatos agora chegam mais preparados para fazerem as provas, já que agora sabem como funciona o programa.

De acordo com ela, sua popularidade chegou a crescer nesta segunda temporada, principalmente quando tem que sair de casa e ir ao supermercado ou à algum outro lugar. É um excelente termômetro: "Elas [pessoas] não acreditam que sejamos tão acessíveis. Cada vez que vou [ao supermercado] é uma festa. As pessoas acham muito legal essa possibilidade".

Com direito a fã-clube criado, Barbosa se divide ao eleger o momento mais emocionante da temporada com Jefferson apresentando seu trabalho ou ver Junior crescendo. "Ver suas mulheres na semifinal me emociona", orgulha-se.

Sobre a final, admite que sonhou com esse dia e quer que um dos seus candidatos vença. O medo do ao vivo, no entanto, é inevitável: "Só tenho que me controlar para não falar palavrão. A verdade é que eu tenho medo mesmo é de engasgar, cair, algo assim".

Leo Paixão concorda: popularidade aumentou

 Mestre do Sabor: Jurados relembram momentos marcantes e comentam expectativa para a final

Mestre do Sabor teve sua segunda temporada mais assistida que a primeira, no final de 2019. Leo Paixão também acredita que sua popularidade tenha crescido: "Eu me dediquei muito às redes sociais. Quando o programa entrou no ar, alavancou ainda mais".

Questionado sobre o momento mais emocionante desta edição, elege a saída do mestre José Avillez, que voltou à sua terra natal, Portugal, com o início da pandemia do novo coronavírus: "Grande amigo e referência enorme". Para a final, ele espera um alto nível com os quatro competidores.

Já Rafa Costa e Silva nunca tinha se imaginado em um programa de televisão, sobretudo em TV aberta. "Não esperava que fosse algo tão grande, bonito, emocionante, divertido. Não imaginava que eu pudesse gostar tanto", orgulha-se ele, que entrou no lugar do chef português. Tímido, afirma que nunca tinha ficado diante de tantas câmeras: "Foi um pouco intimidador".

Nas redes sociais, conta que seu número de seguidores dobrou e lembra de um momento marcante: "A saída da Gi, por exemplo, que é, para mim, uma super cozinheira, foi um momento bastante triste. A saída de todas as pessoas do meu time foi emocionante. A saída do Caio e do Kaywa, que foram no mesmo dia, foi bem marcante também".

Para a finalíssima, o mestre espera que vença o melhor, mas também anseia que ninguém fique nervoso: "A gente está, literalmente, influenciando no futuro das pessoas".

Formato original da Globo, Mestre do Sabor chega ao fim nesta quinta, às 22h30, com cuidado redobrado e distanciamento.

Mais Notícias