Reportar erro
Crescendo

GloboNews segue em alta e Edição das 10 bate recorde

Jornalismo da GloboNews continua batendo recordes

Apresentadoras do Edição das 10 da GloboNews posam para foto
Edição das 10 da GloboNews bateu recorde - Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 25/06/2020 às 20:30:40

A GloboNews continua em alta no período de quarentena provocada pela pandemia do coronavírus. O canal de notícias do Grupo Globo para a TV fechada bateu mais um recorde na última terça-feira (23), dessa vez com o Edição das 10, atingindo o melhor desempenho em mais de um ano.

Segundo dados da Kantar Ibope obtidos pelo NaTelinha junto à fontes do Mercado, a atração jornalística atingiu resultado 40% acima de sua média de 2020, ainda garantindo o melhor desempenho da própria atração desde o dia 1º de Janeiro de 2019, mostrando crescimento que já tem sido a toada da GloboNews desde o início da quarentena.

Com apresentação de Aline Midlej e Raquel Novaes, o Edição das 10 bateu recorde ao exibir uma série de reportagens com cobertura sobre a busca da Polícia Federal pela esposa de Fabrício Queiroz, que havia sido preso na semana passada. Além disso, o programa também se destacou por apresentar detalhes a respeito da pandemia da Covid-19 no Brasil.

O resultado de audiência do jornal não foi isolado na terça-feira, já que a emissora conquistou duas milhões de pessoas ao longo de toda a programação, que durou 20 horas de jornalismo ao vivo. Os números mostram um desempenho quatro vezes superior ao segundo canal de notícia mais bem colocado no ranking da TV por assinatura.

GloboNews no Ibope

Estes dados em alta da GloboNews vem acontecendo desde março, quando a emissora da Globo mudou a programação para enfrentar a chegada da CNN Brasil, o que coincidiu com a pandemia do coronavírus e o decreto de quarentena em boa parte das cidades brasileiras.

Desde então, o canal vem batendo recordes de audiência em diversas faixas e conquistando números mais alto de telespectadores, que sintonizam a GloboNews para buscar informações sobre a doença, mas também da crise política que o Brasil vem enfrentando nos últimos meses.

 

Mais Notícias