Reportar erro
Preconceito

Cartolouco rebate ataque homofóbico de dirigente de futebol

Executivo do Fortaleza publicou beijo entre Lucas Strabko e Lucas Gutierrez

Lucas Gutierrez e Lucas Strabko, o Cartolouco, se beijam
Lucas Gutierrez e Lucas Strabko, o Cartolouco, se beijaram no programa Fala Muito, do Sportv
Paulo Pacheco

Publicado em 04/06/2020 às 20:12:34

Ex-jornalista da Globo, Lucas Strabko, o Cartolouco, rebateu um ataque homofóbico no qual foi envolvido, publicado pelo presidente do Conselho de Ética do Fortaleza, Advincula Nobre. O dirigente publicou no Facebook uma foto do profissional beijando Lucas Gutierrez, apresentador do Esporte Espetacular.

"Essa é a esquerda! Quem quiser, seja homossexual, mas não publicamente. Isso é atentado violento ao pudor", escreveu o executivo.

Na mesma rede social, ele publica mensagens de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e compartilha notícias falsas,  como a de que o ex-presidente Lula convocou uma "guerra civil".

Torcedores do Fortaleza reagiram pedindo a saída de Advincula de qualquer função no time. Em seu Instagram, Lucas Strabko compartilhou o ataque homofóbico do dirigente. 

"O autor desta absurda postagem é presidente do Conselho de Ética do Fortaleza", criticou Strabko, que em seguida divulgou a nota de repúdio do presidente do clube cearense, Marcelo Paz.

"Felizmente, o Fortaleza tem um presidente igual ao Marcelo Paz. Baita postagem criticando a homofobia. Não há mais espaço para essas opiniões completamente bizarras na sociedade. Futebol é de todos", elogiou.

O selinho entre Cartolouco e Lucas Gutierrez foi exibido no extinto programa Fala Muito, do Sportv, em setembro de 2019, em resposta ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que na época havia mandado recolher da Bienal do Livro uma HQ com beijo entre dois heróis.

Mais Notícias