Exclusivo

Nova dona da HBO Brasil critica séries nacionais e pode contratar executivo

WarnerMedia assumiu o total controle da HBO no Brasil

Nova dona da HBO Brasil critica séries nacionais e pode contratar executivo
Séries nacionais da HBO Brasil foram criticadas pela nova dona do canal - Foto: Divulgação

Publicado em 28/05/2020 às 04:30:00 ,
atualizado em 29/05/2020 às 10:53:21

Por: Daniel César

A WarnerMedia pretende fazer alterações importantes na HBO Brasil, inclusive está em análise a contratação de um executivo de peso para assumir os trabalhos do canal no país. Tudo porque os novos donos da emissora de TV fechada entendem que as produções nacionais estão abaixo do selo de qualidade do restante do mundo.

Segundo apurou o NaTelinha, há cerca de duas semanas, discretamente, um grupo de executivos americanos realizou uma reunião por meio de videoconferência para se apresentar aos funcionários da HBO Brasil. Os diretores deixaram claro que não estão satisfeitos e que haverá mudanças na rotina de trabalho, inclusive não descartam mudanças no comando.

Neste momento, a aprovação de produtos da HBO Brasil é feita por Roberto Rios, Vice-presidente de produções originais da América Latina. Ele vive há anos em Miami, nos EUA, mas a WarnerMedia cogita deixá-lo apenas para os outros países e colocar um nome de peso do mercado brasileiro para atrair a atenção, segundo fontes ouvidas pela reportagem. A expectativa é de que haverá forte investimento nos próximos anos.

Maria Ângela de Jesus, atualmente na Netflix, foi comandante da HBO até 2017, quando migrou para o streaming. Pelas mãos dela, o canal aprovou produções como Psi, Magnífica 70 e as queridinhas Mandrake e O Negócio. Desde a saída da executiva, o ritmo de produção do canal caiu drasticamente no Brasil.

WarnerMedia critica produções da HBO Brasil

Pessoas ligadas à própria HBO contaram ao NaTelinha que a avaliação geral é de que muita coisa precisa mudar e o clima é de preocupação em relação aos resultados. Tanto em número de assinantes, quanto na produção de conteúdo, eles entendem que a emissora não faz jus ao selo de qualidade conquistada por obras americanas e que foi exportada para países da Europa e mesmo na própria América Latina.

Ao menos três produções da HBO Brasil receberam baixa avaliação dos executivos da WarnerMedia, segundo apurou a reportagem. Pico da Neblina, do filho de Fernando Meirelles e que mostra uma cidade de São Paulo distópica em que há a liberação da maconha, foi considerada abaixo dos padrões de qualidade em termos de produção do selo HBO. Já A Vida Secreta dos Casais, que é produzida e protagonizada por Bruna Lombardi, ficou aquém dos resultados esperados de audiência e repercussão pelo tamanho do investimento. Por fim, Santos Dumont, minissérie que narrou a vida do brasileiro considerado pai da aviação teve avaliação negativa por um conjunto de fatores. Além de problemas de produção, também foram apontados caminhos equivocados de roteiro.

Mesmo produções como Psi, indicada ao Emmy Internacional, não escaparam. A WarnerMedia entende que o selo HBO não sobrevive mais exclusivamente com prestígio, mas também com repercussão, ainda que os números de audiência sejam mais qualitativos que propriamente quantitativos. Na reunião, os executivos teriam dado alguns exemplos do que buscam, entre eles Succession, série americana favorita ao Emmy e que faz muito barulho nos EUA. Os executivos do conglomerado lembraram na reunião que a HBO também vem buscando atrair o público jovem com produções mais populares. É o caso de Euphorya, trama para o universo teen, e Westwolrd, que tem por trás a marca de J J Abrams.

HBO Max

Diferente do restante da América Latina, a WarnerMedia assumiu o controle único do canal no país apenas no início de maio, após comprar parte que pertencia ao Grupo Ole Communications. A mudança pode antecipar a chegada do HBO Max no Brasil, o streaming de todo o grupo Warner e que foi lançado nos EUA nesta quarta-feira (27).

Embora existisse a previsão de que a plataforma chegasse no país em maio do ano que vem, com a WarnerMedia se transformando em única proprietária da empresa, a alteração pode ser antecipada. Até porque, outro ponto de crítica dos executivos foi o HBO Go. O atual serviço, exclusivo para produções da HBO, é alvo de muitas críticas dos assinantes, pois apresenta uma série de problemas e vem perdendo cada vez mais espaço na disputa de streamings no Brasil.

WarnerMedia no Brasil

O conglomerado da WarnerMedia é pertencente a AT&T, que comprou recentemente a Sky em uma aquisição que foi aprovada pela Anatel. A empresa é dona de vários canais como Warner Channel, Cartoon Network, Boomerang e a CNN.

Procurada, a HBO não respondeu aos contatos.

publicidade




LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!