Reportar erro
Exclusivo

Viva comemora 10 anos e estreia Mulheres Apaixonadas e Sassaricando

Daniela Mignani, diretora-geral do canal, concedeu entrevista exclusiva ao NaTelinha

Sassaricando e Mulheres Apaixonadas no Canal Viva
Montagem NaTelinha
Sandro Nascimento

Publicado em 13/05/2020 às 04:29:23

O Canal Viva está completando 10 anos em maio sendo um dos líderes de audiência na TV por assinatura com novelas e programas de humor icônicos da Globo como carro-chefe. Como parte das comemorações, em agosto, estreia Mulheres Apaixonadas (2003) e, em setembro, Sassaricando (1987). Segundo a diretora-geral do canal, Daniela Mignani, o público do Viva são fãs ativos que auxiliam na construção da programação.

"Em dezembro de 2018 tivemos uma das mudanças mais significativas do canal com a antecipação das novelas para 23h. A partir de 2019 retiramos o conteúdo de variedades da grade, com exceção do Domingão do Faustão que completaria 30 anos naquele mesmo ano, como uma homenagem. Ampliamos o conteúdo de humor na grade, com mais uma faixa de A Grande Família e retornamos com as minisséries aos domingos após a maratona da novela. O conjunto de todas essas mudanças, somado ao acerto na escolha das novelas, contribuiu para os recentes bons resultados conquistados", conta Mignani ao NaTelinha.

A executiva explica que não possui um tempo pré-estabelecido para que programas da Globo possam ser exibidos pelo Viva, e explica: "Precisamos conjugar a janela do canal Globo, a janela do slot do Vale a Pena Ver de Novo e a janela do Viva. O critério de escolha e liberação se baseia em algumas variáveis que quando combinadas podem alterar as nossas decisões. Alternância de autores, temas, gênero da obra, direitos autorais e musicais e efemérides fazem parte dos pontos a serem considerados na seleção e estratégia de grade. 

Confira a entrevista de Daniela Mignani na íntegra:

O Canal Viva está completando 10 anos. Quais são os principais motivos para comemoração?

Daniela Mignani - Temos muito a comemorar. Construímos uma relação muito próxima com a audiência que é muito mais do que simplesmente um público que nos assiste, são fãs, participativos e que colaboram para a construção da programação. Conquistamos o Top 3 do ranking de audiência da TV Paga¹ em 2019, e este ano, desde janeiro, temos alcançado a liderança no total do dia².

¹ MW IBOPE 15 Mercados | |Indivíduos c/ PayTV |6:00 às 30:00| 01/01/2018 - 31/12/2019 | Variação em Pontos| Rat%

² Fonte: MW IBOPE 15 Mercados |Indivíduos c/ PayTV | Faixa Horária 6:00 as 30:00 | 01/01/2020 - 08/04/2020| Rat% 

Quais foram os produtos de maiores êxitos na história do canal?

Daniela Mignani - Novelas e programas de humor são os grandes destaques. Por Amor foi exibida duas vezes no Viva, e o sucesso foi ainda maior na segunda exibição. A razão foi o mesmo motivo da decisão. Havia na ocasião uma base de assinantes bastante maior quando da primeira vez o que justificou os números, a repercussão e a alegria dos fãs. E não deixa de ser curioso termos a reprise da reprise dentro do próprio Canal. Tieta inaugurou com audiência expressiva um slot de maratona de novela aos domingos importante para a nossa estratégia. Em 2016, tivemos Laços de Família e Mulheres de Areia em destaque. Recentemente, exibimos dois grandes sucessos: O Cravo e a Rosa e Cabocla.  A Grande Família e o remake da Escolinha do Professor Raimundo são representantes de grande êxito do nosso humor.

Nos últimos anos, quais foram as mudanças de estratégia do Viva  para conciliar seu perfil e conseguir audiência na TV paga?

Daniela Mignani - Em dezembro de 2018 tivemos uma das mudanças mais significativas do canal com a antecipação das novelas para 23h. A partir de 2019 retiramos o conteúdo de variedades da grade, com exceção do Domingão do Faustão que completaria 30 anos naquele mesmo ano, como uma homenagem. Ampliamos o conteúdo de humor na grade, com mais uma faixa de A Grande Família e retornamos com as minisséries aos domingos após a maratona da novela. O conjunto de todas essas mudanças, somados ao acerto na escolha das novelas, contribuíram para os recentes bons resultados conquistados.

Os programas de auditório foram retirados da grade do Canal. Os resultados não foram satisfatórios?

Daniela Mignani - De um modo geral, os programas de variedades atendem ao que é factual e com isso podem perder força ao longo do tempo. 

As novelas da Globo são liberadas para exibição no Viva quanto tempo após a transmissão original?

Daniela Mignani - Nós trabalhamos com algumas referências, mas não é uma regra inflexível. Precisamos conjugar a janela do canal Globo, a janela do slot do Vale a Pena Ver de Novo e a janela do Viva. O critério de escolha e liberação se baseia em algumas variáveis que quando combinadas podem alterar as nossas decisões. Alternância de autores, temas, gênero da obra, direitos autorais e musicais e efemérides fazem parte dos pontos a serem considerados na seleção e estratégia de grade. 

O canal abriu espaço para exibição de novelas turcas. O que aconteceu? 

Daniela Mignani - Para os padrões do Brasil, são encaradas como super séries, dado o número de episódios, e são exibidas nas madrugadas do Viva. Estes conteúdos têm afinidade com o propósito do canal e compõem com coerência a nossa estratégia de grade. Atualmente, está no ar Verdades Não Ditas, com 33 episódios que, a partir do dia 25 de maio, dá lugar à estreia de Novamente Apaixonados, com 47 episódios.

O Viva já exibiu clássicos da dramaturgia nacional, como Dancin'Days, Roque Santeiro, Tieta, Vale Tudo, A Gata Comeu e Água Viva. Qual novela existe um grande desejo em ter na grade, mas por conta de direitos exibição ainda não foi possível?

Daniela Mignani - Não conseguimos exibir Terra Nostra em sua versão original, mas sim a versão internacional, em função de alguns direitos musicais, por exemplo. E nem por isso, achamos que deveríamos privar os fãs de rever uma história linda como essa. 

Recentemente, tivemos Ti-Ti-Ti também com questões de direitos e estamos analisando o caso de Presença de Anitta, também em suspenso para exibição até que os trâmites legais sejam resolvidos. Estava prevista para esse ano ainda.

Quais são as novidades do Cana Viva para os próximos meses?

Daniela Mignani - Acabamos de estrear Chocolate com Pimenta, grande sucesso em 2003 de Walcyr Carrasco. Em maio, a série Dona Flor e Seus Dois Maridos (1998) substitui Engraçadinha na grade. Se a situação em que estamos vivendo permitir, no segundo semestre do ano, vamos estrear a sexta temporada da Escolinha do Professor Raimundo – Nova Geração, com novos personagens icônicos da TV brasileira que tentarão se matricular para o novo ano letivo e não conseguirão. Em agosto, Manoel Carlos está de volta no canal com Mulheres Apaixonadas e, em setembro, temos Sassaricando, com a extraordinária Claudia Raia e sua Tancinha. Além disso, o Viva vai exibir novas temporadas de A Grande Família, Louco Por Elas, Zorra Total e outros.

O canal retornará com as reprises do Planeta Xuxa e pensa em reprisar o Xou da Xuxa? 

Daniela Mignani - Ainda não há previsão de retorno à programação do canal.

Quais são as suas perspectivas de futuro do Canal Viva na TV paga?

Daniela Mignani - A Globo tem um acervo extraordinário e permanece em plena produção. Isso garante um abastecimento de conteúdo altamente atraente para o público e mercado anunciante. 

As produções, quando deslocadas do tempo, acabam eliminando a pressão e angústia no espectador, e provocando um sentimento de conforto e segurança. Isso nos ajuda a viver melhor o presente. A imprevisibilidade do futuro leva o ser humano a recorrer ao passado como um lugar acolhedor e sem a nostalgia que o prende por lá. O Canal tem um humor ingênuo que traz alegria.

A distribuição do seu conteúdo em diferentes plataformas e as redes sociais fizeram o Viva ser conhecido entre os jovens. A dinâmica dos memes com personagens icônicos da televisão brasileira deram ainda mais graça ao posicionamento do Canal. O Viva reúne a família. Diferentes gerações apreciam o canal e gera diálogo entre eles.

Recentemente, fizemos uma pesquisa da marca e do ambiente Viva e o resultado é poderoso. Uma marca que acompanha os aspectos da contemporaneidade e só traz sentimentos positivos para quem o assiste ou para quem anuncia. A reunião de tudo isso nos faz acreditar na longevidade deste posicionamento e no destaque do seu conteúdo. 

Mais Notícias