Guerra na TV

CNN fura GloboNews e divulga depoimento de Sergio Moro

CNN fura GloboNews e divulga depoimento de Sergio Moro
CNN Brasil divulga depoimento de Sergio Moro antes da GloboNews

Publicado em 05/05/2020 às 16:31:06 ,
atualizado em 05/05/2020 às 17:05:55

Por: Paulo Pacheco

A guerra dos canais pagos de notícia esquentou na tarde desta terça-feira (5). A CNN Brasil furou a GloboNews e divulgou em primeira-mão o depoimento de Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, à Polícia Federal, no último sábado (02).

O depoimento, que durou mais de oito horas na sede da PF em Curitiba, foi obtido com exclusividade pelo jornalista Caio Junqueira. A CNN interrompeu a programação e o âncora Reinaldo Gottino anunciou a notícia urgente.

A jornalista Daniela Lima, que lia a íntegra do depoimento de Moro na bancada, ao lado de Gottino, elogiou o trabalho de Caio Junqueira ao vivo: "Primeiro, parabéns. Ouro puro, grande trabalho de reportagem".

O depoimento de Moro era perseguido por GloboNews e CNN, que travam uma "guerra" de informações por audiência.

A saída de Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a troca de mensagens entre o ex-juiz e o presidente Jair Bolsonaro, divulgada pelo Jornal Nacional em 24 de abril, rendeu à GloboNews a melhor audiência da história do canal pago às sextas-feiras sexta da história do canal, com aproximadamente cinco milhões de telespectadores ao longo do dia.

A CNN Brasil, por sua vez, comemorou o pódio no ranking da TV por assinatura em abril, primeiro mês completo no ar, com 0,6 ponto de média das 7h à meia-noite e 24% da programação em primeiro lugar de audiência, segundo dados consolidados do Kantar Ibope.

Nas redes sociais, telespectadores comentaram a "guerra" entre GloboNews e CNN:




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!