Reportar erro
Emoção

É tetra: Galvão Bueno pede desculpas, vai às lágrimas e internet enlouquece

Partida icônica movimentou as redes sociais

Galvão Bueno e Pelé comemorando o tetra campeonato da seleção na Copa do Mundo de 1994
Galvão Bueno levou a web à loucura com o grito de É Tetra - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 26/04/2020 às 19:20:32

A Globo exibiu neste domingo (26) a emblemática final da Copa de 1994 entre Brasil e Itália com o eterno grito de É Tetra e contou com comentários de Romário e Bebeto, além da presença do próprio Galvão Bueno, que pediu desculpas ao público, além de ir às lágrimas e levar os internautas à loucura com o momento.

Pouco antes de iniciar a transmissão dos pênaltis, em bate papo com Luis Roberto, único presente nos estúdios da Globo, Galvão Bueno aproveitou para pedir desculpas aos telespectadores. “Quero pedir desculpas se eu fui mais torcedor que narrador”, afirmou o locutor responsável pela transmissão da final da Copa garantindo que viveu uma confusão de emoções.

Se Galvão pediu desculpas ao público por sua narração ufanista, no momento das penalidades máximas, os telespectadores nas redes sociais já aguardavam pelo momento considerado um dos mais icônicos. “Em instantes vamos ver o grito original”, disse Luis Roberto pouco depois da Globo mostrar que a comemoração de Galvão Bueno pelo título virou meme muito antes da internet existir no Brasil.

Assim que Roberto Baggio perdeu a última cobrança e o Brasil venceu uma Copa do Mundo 24 anos depois, Galvão Bueno, ao lado de Pelé passou a gritar “Acabou, acabou. É tetra! É Tetra! É Tetra!”, uma das frases que mais causam frisson entre os fãs brasileiros de futebol.

“O tetra foi um dos dias mais felizes da minha vida, de verdade mesmo. Eu tinha 12 anos e até hoje me emociono de lembrar. Assistir novamente essa final, numa semana dura como foi essa, é um pequeno alento para o coração”, escreveu um usuário. Outro concordou e foi além “Senna + Tetra. Quem não chorou com essa trilha aí tocando já tava morto por dentro em 1994”.

É Tetra! Galvão se emociona com Senna

E o título da seleção teve outro momento emocionante. A vitória aconteceu pouco mais de dois meses depois da trágica morte de Ayrton Senna, num acidente na Fórmula 1. Ao rever a faixa que os jogadores expuseram para homenagear o automobilista após o título, Galvão foi às lágrimas. E ele se emocionou novamente com o anúncio de Luis Roberto, que levou a faixa original para os estúdios da Globo.

Com este gancho, Galvão aproveitou para anunciar que a Globo exibirá no próximo domingo (03) a corrida da Fórmula 1 de 1988 que consagrou Aytron Senna como campeão mundial da modalidade.

Mais Notícias