Virou meme

Cinco gafes na primeira semana da CNN Brasil

Novo canal de notícias ganhou as redes sociais com suas falhas

Cinco gafes na primeira semana da CNN Brasil
CNN Brasil está há uma semana no ar e já acumula gafes - Foto: Montagem

Publicado em 22/03/2020 às 07:37:54

Por: Daniel César

A CNN Brasil estreou no último domingo (15) como uma aposta para enfrentar a Globonews pela preferência da audiência do público de TV por assinatura, mas completando uma semana no ar em todas as operadoras, o canal americano já acumula gafes dos mais variados tipos, passando por erro de grafia e até geográfico.

Estando um longo período ao vivo, como é o caso de boa parte de canais de notícias, principalmente em caso de cobertura como vem acontecendo em virtude da pandemia de coronavírus, a CNN Brasil já virou meme nas redes sociais por conta de suas gafes. Confira!

Chile não faz parte da América do Sul

Na última quinta-feira (19), o erro considerado dos mais graves e que ocupou boa parte das redes sociais, ocorreu quando a jornalista Basília Rodrigues se atrapalhou ao afirmar que Chile e Equador não fazem parte da América do Sul.

"Não fazem parte da América do Sul, mas é bom que a gente possa ressaltar, que Chile e Equador, que não fazem parte da América do Sul, já que não tem essa proximidade terrestre...", afirmou a jornalista durante o Breaking News da CNN Brasil.

Erro de grafia

Mas também houve falha de grafia logo na estreia. Uma das primeiras cenas da CNN Brasil ao entrar no ar foi com Monalisa Perrone e Evaristo Costa recebendo simbolicamente um microfone que teria sido enviado diretamente da sede do canal de notícias, nos EUA.

O procedimento tinha tudo para chamar a atenção por conta do simbolismo, mas acabou virando uma gafe quando os telespectadores perceberam que na canopla do microfone havia um erro de grafia. Ao invés de estar escrito CNN Brasil, era possível ler CNN Rasil.

Vazamento do sinal

 

O vazamento do sinal da CNN Brasil já foi um acontecimento mesmo antes da emissora entrar no ar. Na sexta-feira (13), dois dias antes do canal ter sua programação liberada, houve registro do sinal funcionando normalmente para os assinantes de algumas operadoras de TV.

No momento do vazamento, era possível ao público ver os jornalistas Kenzô e Basília Rodrigues, ambos em Brasília, já na bancada do canal conversando ao vivo com o repórter Rudá Moreira a respeito do coronavírus e sobre o projeto do presidente Jair Bolsonaro de liberar o décimo terceiro salário para o mês de abril.

Problema de som

O canal também contou com reclamações e não apenas memes em suas gafes. Nos primeiros minutos em que esteve no ar, no domingo, a CNN Brasil enfrentou uma onda de críticas por conta de problemas no áudio de seu primeiro programa, o CNN no Ar.

Logo na entrada de vídeos promocionais, na abertura da CNN no Brasil, o áudio estava estourado e quase difícil de distinguir. A partir do momento que Evaristo Costa e Monsali Perrone apareceram, o problema foi o oposto, já que o som parecia baixo demais.

Erro de Governador

Quem também cometeu uma falha e tanto, durante entrevista para a CNN Brasil, foi o governador de Minas Gerais Romeu Zema, que falou com o canal de notícias a respeito do coronavírus na última sexta-feira (20) e deslizou cometendo um erro de português.

Assim que começou a entrevista com um link ao vivo, a jornalista Monalisa Perrone questionou se o governador estava a ouvindo e a resposta fez com que a web se divertisse por causa do erro. “’Ouvo’ muito bem, Monalisa”, respondeu Zema levando à internet ao delírio.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!