Reportar erro
Tá chegando a hora

CNN Brasil define o seu primeiro telejornal das manhãs com ex-JN

Canal estreia em março

Taís Lopes posa sorrindo
Taís Lopes comandará jornal matinal na CNN Brasil - Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 19/02/2020 às 14:14:59

Cada vez mais próxima de sua aguardada estreia, a CNN Brasil acaba de definir mais um programa de sua grade de programação. É o Agora CNN, que será o primeiro telejornal das manhãs da emissora.

A apresentação será de Taís Lopes, com entradas ao vivo de Brasília e do Rio de Janeiro, além de repórteres por outras capitais.

A pauta do Agora CNN seguirá o modelo de todos os outros jornais da CNN, tendo integração com as ferramentas de inteligência digital, unindo a TV e a internet.

Taís Lopes foi contratada junto a TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará, após ela ganhar destaque no rodízio promovido pelo Jornal Nacional para celebrar os seus 50 anos, em 2019.

CNN Brasil define o seu primeiro telejornal das manhãs com ex-JN

Os programas da CNN Brasil

Além do Agora CNN, outros programas do canal já foram confirmados.

São eles: Expresso CNN, Com Monalisa Perrone e Daniela Lima; Jornal da CNN, com William Waack; Visão CNN, com Luciana Barreto e Cassius Zeilmann; CNN 360º, com Reinaldo Gottino e Carol Nogueira; Live CNN Brasil, com Mari Palma e Phelipe Siani; e CNN Séries Originais, com Evaristo Costa.

A CNN Brasil será lançada oficialmente no dia 09 de março, em um evento na Oca do Ibirapuera, em São Paulo, com a presença do mercado publicitário, anunciantes, autoridades, jornalistas especializados e demais convidados.

Na ocasião, "a CNN vai revelar os detalhes de sua operação no país, o projeto editorial, os programas, telejornais, grade de programação e outras novidades". O evento de lançamento contará com a presença de todos os apresentadores, comentaristas e repórteres contratados, além dos sócios proprietários e demais profissionais.

Já no dia seguinte, segundo apurado pelo NaTelinha, a CNN Brasil deve iniciar os seus trabalhos no ar para o público brasileiro, pelas operadoras de TV por assinatura e plataformas digitais.

TAGS:
Mais Notícias