Reportar erro
Abriu o jogo

Fabíola Reipert fala da relação com Geraldo e opina sobre Se Joga

Jornalista explicou como enxerga a concorrência

Fabíola Reipert e Fernanda Gentil
Fabíola Reipert concorre contra o Se Joga - Foto: Montagem
Daniel César, com Redação NT

Publicado em 31/10/2019 às 22:44:35

Sucesso no quadro Hora da Venenosa, a jornalista Fabíola Reipert abriu o jogo sobre sua relação com Geraldo Luís em entrevista ao TV Fama, da RedeTV!, na noite desta quinta-feira (31). Ela demonstrou satisfação em trabalhar com o apresentador do Balanço Geral SP e ainda falou do Se Joga, programa da Globo.

“Conheço o Geraldo há muito tempo e me dou bem com ele. A gente não pode deixar a peteca cair. Um sai, outro sai, as parcerias não são eternas. Estamos muito bem e saio com a boca doendo de tanto que dou risada com o Geraldo. Ele é muito divertido”, comentou.

Sobre a saída de Reinaldo Gottino, Fabíola deixou claro que não ficou chateada e torce pelo sucesso do comunicador. Ela, inclusive, confirmou que continua sendo amiga do jornalista, apesar de não estarem mais juntos no ar.

“A gente continua se falando normal. Quando você vira amigo de uma pessoa não é só trabalho”, explicou. É bom ressaltar que Gottino deixou a Record em setembro para trabalhar na CNN Brasil e Geraldo Luís foi escolhido para substituir o ex-colega de emissora.

Fabíola Reipert x Se Joga

Concorrente do Se Joga, novo programa vespertino da Globo, Fabíola Reipert não sabe qual o conteúdo da atração apresentada por Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla.

“Não assisti. Primeiro estou no ar no mesmo horário, não deu tempo de ver. Não vi pela internet. Mas não é por mal, a gente acaba esquecendo”, contou a jornalista.

Sobre as vitórias consecutivas que vem conquistando contra o programa global, Fabíola afasta qualquer provocação e mantém a seriedade ao falar da concorrência.

“A gente tem que respeitar o trabalho de todos. Esse negócio de audiência um dia você está bem e no outro não ta. Não é porque você está bem que vai tripudiar do outro porque a roda gigante pode girar. Tem que respeitar", concluiu.

Mais Notícias