Reportar erro
Adoção

Após palestra sobre maternidade, Giovanna Ewbank confessa no "Se Joga": "Fico destruída"

Ela contou as perguntas que são feitas sobre maternidade

Giovanna Ewbank na Globo
Giovanna Ewbank participou do "Se Joga" - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 03/10/2019 às 15:00:00

Giovanna Ewbank se tornou um dos principais assuntos nesta quinta-feira (03) após participar de uma palestra e falar sobre maternidade. A apresentadora se emocionou no “Se Joga”, novo programa vespertino da Globo, e explicou como é lidar com perguntas sobre adoção.

“Durante esse tempo todo refleti muito. Fui muito questionada, criticada. Muitas pessoas não têm o conhecimento do que é a adoção”, iniciou a comunicadora. “Adoação é, sim, maternidade ou paternidade. Todo dia me perguntam: ‘e o filho de vocês?’. No início, sempre respondia com um sorriso: ‘já veio’. Isso passou a me incomodar, a cada ano eu mudava o jeito de falar. Muitas vezes perguntavam na frente da minha filha [Titi]”, declarou.

"Acredito que as pessoas não fazem essas perguntas de maldade. Mas precisa ter responsabilidade e sensibilidade. Eu respondo e tento ser gentil, mas quando chego em casa, fico destruída,  porque eles são meus filhos", desabafou. "Não tenho obrigação de provar que sou estéril ou não".

Palestra de Giovanna Ewbank

Giovanna Ewbank abre o coração e confessa no \"Se Joga\": \"Fico destruída\"

O tema levantado pelo “Se Joga” aconteceu por conta da participação de Giovanna Ewbank na palestra organizado no Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz, em Cascavel, no Paraná. Ela se emocionou ao falar sobre maternidade, explicando as críticas e julgamentos que sofre por conta da adoção.

“Eu sempre fui uma mulher que achava que o relógio biológico nunca ia despertar, nunca tinha pensado em ter filhos. Porém, tive muitos questionamentos, crítica e pressão de amigos e família. Como uma mulher vem ao mundo e não quer ter um filho da sua barriga? Isso é uma convenção imposta pela sociedade e mesmo sendo comum, não são todas as mulheres que querem e desejam isso para si”, contou.

“Eu não sou estéril. E essa dúvida veio somente sobre mim, que sou mulher, e não sobre o meu marido, que é homem. A sociedade nega que uma mulher não queira ter filhos biológicos. Uma mulher que não quer explodir vida em sua barriga. E acreditem, existem muitas maneiras de explodir vida na gente”, acrescentou.

Giovanna e Bruno são pais de Titi e Bless. O casal adotou as crianças que nasceram no Malawi.

Confira a palestra completa abaixo:

TAGS:
Mais Notícias