Reportar
erro
Mexe esse pescoço aí

Fat Family chora na TV e fala sobre perda de Deise: "Precisamos continuar"

Os integrantes tiveram o auge no início dos anos 2000


Fat Family no Aqui na Band
Fat Family no "Aqui na Band" - Reprodução/TV Bandeirantes
Por Redação NT

Publicado em 27/09/2019 às 10:36:31

Um dos grupos de maior sucesso no final da década de 1990 e início dos anos 2000, os integrantes do grupo Fat Family, Celinho, Kátia, Simone e Susete foram homenageados na manhã desta sexta-feira (27) no "Aqui na Band".

No quadro "Doce Veruska", a ex-mulher de Ricardo Boechat contou a história do grupo e relembrou seus maiores sucessos.

O programa contou que o Fat Family vem lutando para superar o drama da morte da caçula da família, Deise Cipriano, que morreu de câncer no fígado em fevereiro deste ano.

Uma das integrantes disse que no enterro de Deise, o grupo havia sido enterrado junto. Os irmãos também demoraram para superar a perda de Sidney, o irmão mais velho, em 2011.

A mãe, Nelita, apareceu em depoimento e se debulhou em lágrimas. "É difícil, gente. Uma morte tão...", disse ela, sem conseguir completar a frase. "Perdi a Deise. Era tudo pra mim. Mas, quando chega a hora vai mesmo", lamentou.

Fat Family chora na TV e fala sobre perda de Deise: \"Precisamos continuar\"

"O Fat Family não é uma voz. É uma mensagem. E precisamos continuar", bradou Susete. No auge, o grupo revelou que fazia cerca de 20 shows por mês.

Talita, filha de Deise, também esteve no programa e cantou sem acompanhamento ou playback. "Estou com muitos projetos, muitas surpresas, mas não posso contar", disse ela.

A filha de Deise revelou ainda que não entrou no Fat Family para substituir a mãe por conta da voz. "É outro patamar", reconheceu.

Mexe esse pescoço aí

Fat Family chora na TV e fala sobre perda de Deise: \"Precisamos continuar\"

O grupo ensinou os integrantes do "Aqui na Band" a mexer o pescoço, marca registrada do Fat Family. Não conseguiram. "É difícil, tem que ter swing", brincou Luís Ernesto Lacombe.

Após os musicais, Silvia Poppovic chamou um vídeo onde amigos e familiares gravaram depoimentos.

Todo o grupo foi às lágrimas com o depoimento do pai, dizendo que nunca desistirá deles. "Que pai, hein?", comentou Silvia Poppovic. Lacombe endossou: "Pais maravilhosos".

"Louvo a Deus pelos pais que tenho. Minha mãe só aprendeu a ler e a escrever. Fico imaginando se uma mulher dessa fizesse uma faculdade, o que ela seria capaz de fazer. Só lendo e escrevendo, criou nove filhos", elogiou Celinho.

No fim e recuperados da emoção, os cantores se deliciaram com as receitas preparadas pela Chef Luiza Hoffmann.

Mais Notícias