Análise

No "Mais Você", psicóloga fala de "A Dona do Pedaço" e crava: "Josiane não é psicopata"

Ela afirmou que a psicopata é Fabiana

No
Psicóloga analisou Josiane - Foto: Reprodução/Globo

Publicado em 12/09/2019 às 10:05:29 ,
atualizado em 12/09/2019 às 10:39:51

Por: Redação NT

A psicóloga Ana Beatriz tomou café da manhã com Ana Maria Braga e analisou as personalidades dos personagens de “A Dona do Pedaço” no “Mais Você” desta quinta-feira (12). Na visão da profissional, a vilã Josiane (Agatha Moreira) não é uma psicopata.

Antes de fazer a análise, o programa matutino exibiu uma cena da personagem Linda (Rosamaria Murtinho) com Maria da Paz (Juliana Paes), onde a veterana diz que a filha da boleira era uma psicopata. Porém, na visão de Ana Beatriz, Jô é apenas uma mau-caráter, podendo até ter redenção.

“Ela tem atitudes muito maldosas, que um psicopata faria, mas a Jô é muito impulsiva, ela é muito raivosa, ela é muito atabalhoada e, caso ela fosse psicopata de fato, ela tinha feito o Régis matar a mãe. Ela era mais racional, porque ela era herdeira única”, comentou.

“Aí não tinha novela. Não teria graça nenhuma”, brincou Ana Maria, levando Artur Xexéo e a psicóloga ao riso. “Ela seria menos atabalhoada. Ela não planeja”, acrescentou a profissional.

Para surpresa da apresentadora, a psicóloga apontou que outra personagem é psicopata. “A Fabiana sim. Ela é milimétrica, ela guarda as provas, ela vê quem vai trazer. A Jô eu acho mau-caráter. Não essencialmente uma psicopata”, continuou explicando.

“Então podemos esperar uma redenção da Jô?”, perguntou Xexéo. “A Jô pode ter redenção. A Fabiana não. Porque a essência da Fabiana é ruim. Ela chega a gozar das pessoas. Ela fala que veio do convento com aquela frieza. Ela chega a oferecer o namorado para o Agno (Malvino Salvador). Ela não gosta do Rock, ela gosta do sexo que ele oferece. Ela não tem empatia, é completamente racional”, afirmou.

E, para finalizar, explicou qual é a personalidade da filha de Maria da Paz: “A Jô é impulsiva. É totalmente sem identidade. Ela busca o tempo todo ser a Vivi (Paolla Oliveira). Ela não tem personalidade. Ela é um oco”.

Essa definição de Ana Beatriz derruba a tese levantada por Walcyr Carrasco na sua própria novela. Resta saber como ele resolverá essa questão dentro do enredo. 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!