Segunda Chamada

Caio Blat revive época do "Telecurso" em nova série da Globo

"Segunda Chamada" se passará numa escola estadual e estreia em outubro na Globo

Caio Blat revive época do
Caio Blat será um professor de literatura em "Segunda Chamada" - Divulgação

Publicado em 27/08/2019 às 04:39:00 ,
atualizado em 29/08/2019 às 16:16:35

Por: Michele Marreira

O ator Caio Blat está de volta à TV. Após interpretar o personagem Geandro em “O Sétimo Guardião”, agora ele se prepara para viver situações dramáticas na série “Segunda Chamada”.

O NaTelinha foi um dos convidados para acompanhar o término das gravações na última quinta-feira (22). Em um dos momentos acompanhamos os personagens de Caio Blat e Débora Bloch contracenando no set de filmagem numa noite congelante da capital paulista.

A história se passa na fictícia Escola Estadual Carolina Maria de Jesus. Para dar mais realismo às cenas, o cenário escolhido foi justamente um prédio desativado, que no passado já foi uma escola real, tendo estudantes famosos como o apresentador Serginho Groisman e o roteirista e cineasta Cao Hamburger.

É na sala de aula que o professor de literatura vai se deparar com dilemas pertinentes ao ensino público. “O meu personagem é professor do turno diurno, dá aula para adolescentes. Num determinado momento, ele é escalado para cobrir a professora Lucia (Débora Bloch), no curso noturno de alfabetização de adultos. Ele se depara com outra realidade, alunos com perfis diferentes, precisará conquistar o respeito”, explicou.

E completa: “É uma honra fazer um professor de Literatura Portuguesa. Pude falar de Modernismo, autores que eu gosto incentivando muita leitura. Ser professor é uma vocação. A série é um luxo, as histórias contadas são muito comoventes. Dos trabalhos que eu tenho realizado esse é um dos mais delicados”.


Débora Bloch, Hermila Guedes, Silvio Guindane e Thalita Carauta são professores em "Segunda Chamada";
Paulo Gorgulho é o diretor da escola - Foto: TV Globo/Maurício Fidalgo

O ator conta que seu processo de preparação, foi revisitar a fase em que trabalhou no "Telecurso", exibido pela TV Cultura, entre outras emissoras, em meados da década de 90.

“Já conhecia a história do contexto que está sendo retratado, sempre dei aula de teatro. A educação é a força mais transformadora que existe numa sociedade. Durante muitos anos também trabalhei no 'Telecurso', realizando diversas matérias. Essa busca de trabalhar em algo relacionando à educação, sempre foi importante. A realidade social invade a sala de aula o tempo inteiro”, pontuou.

Antes de se enveredar pela carreira artística, Caio passou num dos vestibulares mais concorridos do país, conquistando sua vaga no curso de Direito da USP (Universidade de São Paulo). Mesmo não concluindo o curso, pois a vocação pelas artes cênicas falou mais alto, será que foi um bom aluno? “Eu tirava boas notas, mas bom aluno não é o termo exato (risos). O curso de direito era muito politizado, onde valia muito mais a conversa com os professores, debates sobre atualidades e leituras de jornal”, relembrou.

Do palco para TV

O ator segue excursionando com o espetáculo “Grande Sertão: Veredas”, que voltará em cartaz no Sesc Copacabana, no Rio de Janeiro. Ao NaTelinha, ele contou uma novidade: “Estamos conseguindo um feito difícil no país: completamos dois anos em cartaz de muito sucesso. Vamos fazer o filme, e a Globo fará uma série pra TV, em 2020. Viverei o personagem Riobaldo”, revelou.

Em 1994, Blat deu vida ao personagem Carlos, filho mais velho de dona Lola (Irene Ravache) na primeira fase do folhetim "Éramos Seis", à época adaptada pelo SBT. Questionado sobre qual sua expectativa para o novo remake da trama, que ocupará o próximo horário das seis da Globo, ele disse: “Tenho um carinho enorme por esse projeto, foi meu primeiro trabalho de destaque na TV. Inesquecível e marcante. Acho bonito refazerem, estou curioso para ver, espero que fique bonito”.

“Segunda Chamada” é uma série da Globo com coprodução da O2 Filmes e sua previsão de estreia é para outubro.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!